Comercial impactante mostra a importância dos primeiros socorros

John Ambulance

Diego Luís, no Plugcitários

St. John Ambulance é uma organização internacional sem fins lucrativos especializada na prestação de serviços de ambulância, serviços paramédicos industriais, treinamento e formação de saúde e segurança. Para promover seus cursos de primeiros socorros, a filial da instituição em Perth, Austrália, lançou um comercial capaz de gerar muita agonia e aflição em quem o assiste.

O vídeo da campanha apresenta uma mãe desesperada tentando socorrer o filho que é vitima de afogamento. Porém todos os esforços para salvá-lo são em vão, pois uma barreira invisível a impede. O anúncio ainda apresenta a frase “Se você não sabe primeiros socorros, você não pode ajudar”. A ideia é mostrar o quão impotente uma pessoa que não possui formação em primeiros socorros se sente em uma situação de emergência.

A campanha criada e produzida pela The Brandy Agency reforça o posicionamento adotado pelo St. John Ambulance, e tem como objetivo mostrar que uma pessoa que possui a formação em primeiros socorros pode ser a diferença entre uma vida perdida e uma vida salva.

“Se você ainda não tem formação em primeiros socorros, há uma barreira o impedindo de ajudar outra pessoa. Não importa se é um ente querido ou completo estranho, você se sente instantaneamente impotente para prestar assistência” é o que disse James Sherriff, gerente geral do St. John Ambulance

Veja o vídeo:

Comentários

Pesquisadores descobrem por que alcoolismo enfraquece os músculos

publicado no Vírgula
O impacto do alcoolismo na fusão das mitocôndrias das células contribui para o enfraquecimento dos músculos, segundo um estudo liderado pela bioquímica chilena Verónica Eisner e publicado nesta segunda-feira (21).

A fraqueza muscular é um sintoma comum tanto em pessoas que foram alcoólicas durante muito tempo quanto em pacientes com doença das mitocôndrias, os orgânulos celulares que fornecem a maior parte da energia necessária para a atividade celular.

Em artigo que publica nesta segunda, na revista Journal of Cell Biology, Eisner, da Universidade Thomas Jefferson, e seus colegas descrevem um elo comum em ambas condições: mitocôndrias que não podem ser reparadas.

As mitocôndrias reparam seus componentes partidos fundindo-se com outras mitocôndrias e trocando seus conteúdos. Nesse processo as partes danificadas se separam para um reprocessamento e são substituídas por proteínas da mitocôndria saudável que funcionam normalmente.

O tecido muscular depende constantemente da energia que fornecem as mitocôndrias, o qual faz com que o trabalho de reparação seja uma necessidade frequente. Mas como as mitocôndrias estão muito acirradas entre as fibras de células musculares, a maioria dos cientistas achava que a fusão de mitocôndrias era impossível nestes tecidos.

Eisner criou um sistema para “etiquetar” as mitocôndrias nos músculos de esqueleto dos ratos de laboratório com duas cores diferentes e depois observou se se combinavam.

Segundo o artigo, Eisner primeiro criou um modelo de estudo com ratos cujas mitocôndrias manifestavam a cor vermelha o tempo todo, e também mediante engenharia genética fez com que as mitocôndrias nas células se tornassem verdes quando eram atingidas por raio laser. Assim, criou quadrados de mitocôndrias verdes brilhantes sobre um fundo vermelho.

Surpreendentemente as mitocôndrias verdes se combinaram com as vermelhas, trocando seus conteúdos, e também foram capazes de ir a outras áreas onde antes só havia mitocôndrias de cor vermelha. ”Os resultados mostraram pela primeira vez que a fusão de mitocôndrias ocorre nas células musculares”, disse Eisner.

Depois, o grupo de pesquisa liderado por Gyorgy Hajnoczky, diretor do Centro MitoCare em Jefferson, demonstrou que das proteínas na fusão de mitocôndrias denominada Mfn1 era a mais importante nas células dos músculos do esqueleto.

Os cientistas observaram que a abundância de Mfn1 diminuía até 50% nos ratos com uma dieta de conteúdo alcoólico regular, enquanto que as outras proteínas na fusão não se alteravam. A diminuição apareceu acompanhada de uma redução substancial da fusão de mitocôndrias, e os investigadores relacionaram a míngua da Mfn1 e a fusão de mitocôndrias com o aumento da fadiga muscular.

Comentários

Capas de álbuns que seriam melhores se fossem gifs animados

publicado no Mundo Livre

O BuzzFeed listou 25 capas de álbuns que seriam muito melhores se fossem feitas em versao de GIF animado – abaixo algumas delas, como ‘Wish You Were Here’, do Pink Floyd, ‘Dangerous’, de Michael Jackson, ‘Nevermind’, do Nirvana, e ‘No Strings Attached’, do N’Sync. Vale destacar também produções mais recentes, como a capa de ‘Elephant’, do The White Stripes, ‘The Fame’, da Lady Gaga e ’20/20 experience’, de Justin Timberlake. A lista completa você confere no BuzzFeed.

Comentários

Bruno Fernandes recebe visita do goleiro Fábio, do Cruzeiro

 

20140422233851304164e

Publicado em O Estado de Minas

“Uma visita apenas para falar de Deus”. Assim justificou o goleiro Fábio, do Cruzeiro, ao revelar que foi até a Penitenciária Nelson Hungria, na Grande BH, para visitar o ex-goleiro Bruno Fernandes, condenado a 22 anos e três meses de prisão pela morte da ex-amante Eliza Samudio. O encontro aconteceu no último dia 14 e foi revelado pelo atleta celeste nesta terça-feira, em entrevista à rádio Itatiaia.

Membro da Igreja Batista Getsêmani, Fábio foi à penitenciária acompanhado do Pastor Jorge Linhares. Sobre o encontro com o antigo rival dos gramados, o arqueiro celeste disse que eles não falaram sobre esporte. “Fizemos orações e não falamos sobre futebol”. Ainda segundo Fábio, há muito tempo ele queria ter feito esta visita. Participou ainda do encontro uma mulher que trabalha na Nelson Hungria e que frequenta a mesma igreja do camisa 1 celeste.

Fábio também comentou sobre a expectativa do ex-goleiro sobre a decisão judicial que pode permitir a transferência dele para Montes Claros, no Norte de Minas, e o possível retorno aos gramados, já que Bruno assinou contrato de cinco anos com uma equipe do município. “Ele está tranquilo. Está bem e, principalmente, buscando a Deus”, revelou o goleiro do Cruzeiro.

Para o advogado do ex-atleta, Tiago Lemoir, a visitia de Fábio a Bruno foi um “encontro espiritual”. “Foi um momento de muita emoção, de fé, em que Fábio chegou a pedir perdão pelas vezes que julgou Bruno. Deus, a família e o trabalho são os três pilares que contribuem de forma fundamental na ressocialização do preso”, afirmou o advogado.

dica do Thiago Morais

 

Comentários