O império de (P)Edir Macedo (68)

Antes de revidar o que chama de ataques constantes à emissora e a seus funcionários feitos pela Folha de S. Paulo, a Record, através de seu vice-presidente comercial, Walter Zagari, ofereceu R$ 24 mil ao jornalista Daniel Castro para que ele assumisse o cargo de gerente de Comunicação do canal. A informação sobre o convite está na edição desta terça-feira do jornal, embora não traga valores. Castro substituiria Ricardo Frota, que informou em fevereiro que deixaria o cargo.

A interpretação pela direção da Folha sobre o convite é de que este se tratava de uma tentativa da Record de tirar de lá um jornalista que traz sempre informações sobre a emissora.

Na reportagem “Universal usa Record para fazer novo ataque à Folha”, o jornal informa que o convite foi recusado. Daniel Castro tem mais de 18 anos de Folha.

A matéria trata do que foi veiculado pela última edição do Domingo Espetacular, que abordou a posição do Grupo Folha durante a ditadura militar, lembrando também que o diário recentemente usou o termo “ditabranda” para fazer referência ao regime militar.

“A emissora alega que as agressões são resposta a notícias divulgadas pela coluna ‘Outro Canal’, publicada pela Ilustrada”, diz o texto – Outro Canal é assinada por Castro.

O jornal também lembra as ações movidas por fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus e estabelece a relação entre a igreja e a Rede Record.

Daniel Castro não quis comentar o assunto. A Record informou que a resposta ao texto da Folha será dada na edição desta terça-feira no Jornal da Record.

fonte: Comunique-se

vou ali vomitar e já volto…

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for O império de (P)Edir Macedo (68)

Deixe o seu comentário