Amar não acaba

Sempre me restará amar. Escrever é alguma coisa extremamente
forte mas que pode me trair e me abandonar: posso um dia sentir que já escrevi o
que é meu lote neste mundo e que eu devo aprender também a parar.
Em escrever eu não tenho nenhuma garantia.
Ao passo que amar eu posso até a hora de morrer.
Amar não acaba. É como se o mundo estivesse a minha espera. E eu vou ao encontro
do que me espera.

Clarice Lispector

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Amar não acaba

Deixe o seu comentário