Dos seus pecados já não me lembro mais

Minha formação religiosa foi determinada basicamente por um conselho, dado com amor por Dona Iracy, minha mãe, quando eu estava de saída para a cerimônia da primeira comunhão e lhe falei sobre o medo que eu tinha de confessar meus pecados — aqueles mortais, veniais, fatais, sexuais, etc. e tais. Ela então me disse, piscando um olho: “Conte só os menores. Os grandes eu já os confessei por você!” Dessa forma carinhosa, minha mãe acabou salvando-me a alma do inferno cristão, só para depois jogá-la, também com amor e ternura, na socrática fogueira da poesia!

Mas hoje não cometo mais pecados.

A menos que sejam gostosos e se tornem inevitáveis…

Edson Marques, no Mude

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Dos seus pecados já não me lembro mais

Deixe o seu comentário