Livros só mudam pessoas (26)

“Numa tarde no verão de 2001, András mencionou outra maneira de queimar livros que lhe foi transmitida por um sobrevivente do cerco a Sarajevo. No inverno, o intelectual e sua esposa ficaram sem lenha e tiveram que queimar livros para se aquecer e cozinhar.
‘Numa situação como essa, é preciso fixar critérios, estabelecer prioridades’. dizia esse amigo dele. ‘Primeiro, queimam-se velhos manuais, comprados nos tempos de faculdade, que permaneceram trinta anos na estante sem ser lidos. Depois, queimamos duplicatas. Chega uma hora, porém, em que é preciso fazer escolhas difíceis. O que vamos queimar hoje? Proust ou Dostoiévski?’
Perguntei a András se havia sobrado algum livro na biblioteca de seu amigo. ‘Sobraram, sim’, disse ele, com o rosto iluminado por um sorriso vacilante. ‘Sobraram muitos. Ele me disse que, às vezes, olhava para um livro e simplesmente decidia que era melhor passar fome.”
Matthew Battles, em A conturbada história das bibliotecas (Planeta).

Desde que anunciei o primeiro Bookcrossing do mob de leitura muitos leitores confessaram sua dificuldade em abrir mão de seus livros. No entanto, quando chegou a hora a surpresa foi enooorme. Não apenas pelo número de participantes (18 blogueiros de 8 cidades abandonaram 25 obras) mas, especialmente, pelo gosto apurado na escolha de títulos/autores.

Felizmente, as ameaças de se livrar de Benny Hinn e um sem-número de nulidades não se confirmou. rsrs Miguel de Cervantes, Eça de Queiroz, Arthur Conan Doyle, George Orwell, Antonio Skarmeta, Michael Onfray, Kierkgaard foram alguns dos escolhidos p/ fornecer pão de letras p/ desconhecidos. Juntas, essas obras formariam uma minibiblioteca capaz de alimentar a mente c/ verdadeiros banquetes diários. A lista completa dos participantes e obras está aqui.

Muuuito obrigado a todos pelo desprendimento e generosidade de participar. Vamos programar em breve + uma edição.

big abraço

ps.: na foto, clique do Alex Fajardo do momento em que abandonei A caverna (Saramago) no Bourbon Shopping Pompeia, em São Paulo. Antes de fazê-lo, compilei todos os trechos que + curti e programei os posts no blog do mob de leitura.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Livros só mudam pessoas (26)

Deixe o seu comentário