O império de (P)Edir Macedo (71)

Desabafo…

A título de argumento aos amigos e, especialmente, ao povo da Iurd gostaria de fazer algumas colocações interessantes.

Será que os que me acusam de aproveitador, vigarista e ladrão não gostariam de estar em meu lugar???…

Será que eles me acusam porque são honestos, íntegros, verdadeiros e santos?

E se a santidade deles é tão acentuada assim, por que não são tão abençoados por Deus como gostariam? Seria Deus injusto para com eles?

Que Deus é Esse que abençoa um “bandido” e amaldiçoa os certinhos?

Ou será que mesmo na integridade eles não conseguem sucesso porque são incompetentes?

E não seria tamanha incompetência a verdadeira razão da inveja?

Vale o pensamento de Theodore Roosevelt: Não é o crítico que conta: o crédito pertence ao homem que está realmente na arena, cujo rosto está sujo de poeira, suor e sangue; que se esforça corajosamente; que fracassa repetidas vezes, porque não há esforço sem obstáculos, mas que realmente se empenha para realizar as tarefas; que sabe o que é ter grande entusiasmo e grande devoção e que exaure suas forças numa causa digna; que no final descobre o triunfo das grandes realizações e, caso venha a fracassar, ao menos fracassa ousando muito, de forma que seu lugar nunca será junto às almas frias e tímidas que não conhecem nem a vitória nem a derrota.”

Edir Macedo

ps 1: acho que faltou o “1” na numeração da série. rs

ps 2: recomendo um plasil antes da imprescindível leitura dos comentários.

ps 3: alguém poderia emprestar (ou ler p/ ele) um livro c/ relatos de como terminou a carreira terrena dos apóstolos? certamente foi pura incompetência deles…

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for O império de (P)Edir Macedo (71)

Deixe o seu comentário