Strip-stryper

Há uma banda dos anos 80 que gosto muito: Stryper. A filosofia deles era: rock glam, bem poser, mas com letras românticas e cristãs. O próprio nome da banda significa Salvation Through Redemption Yielding Peace Encouragement and Righteousness, que quer dizer: Salvação através da Redenção, Paz conciliadora, Coragem e Retidão (ou uma tradução semelhante a esta, visto que eu não sei traduzir nada, eu apenas compreendo inglês). Uma outra versão para o nome da banda é do texto de Isaías 53:5 – sob suas pisaduras fomos sarados, que em inglês: with his STRIPES we are healed.

O som da banda é ótimo e as baladas românticas aina me fazem chorar. Sim, sou boba. rs. Os músicos tocam muito bem e eles fazem um super show com efeitos, bem glam. O visual deles é todo poser: cabelón, calças justas e roupas criativas, como vocês jáviram na foto.

Bem, como quase todos meus posts vem com easter eggs ou “olha o que eu achei na internet”, vejam a capacidade que os fundamentalistas têm de demonizar as coisas: neste site, o autor alerta para o perigo do Stryper, uma banda demoníaca bla bla bla:

Bass player Steve Gaines says , ” . . . we NEVER wanted to get caught up in the whole Christian music scene in the first place. . .” (Inside Music, Oct/Nov 90 p.16) Robert Sweet confesses, ” . . . we’re about the MOST UNRELIGIOUS Christian band you could imagine. . .”(Hit Parader, Nov. 1986, p.21) And according to lead singer, Michael Sweet, “We don’t consider ourselves to be overly religious. . .In fact, religion has NOTHING to do with what Stryper’s all about.”(Hit Parader, Feb. 1987, p.41)

Daí, só porque os caras disseram que não tem exatamente uma religião (opa, claro, quem é cristão sabe que existem centenas ou talvez milhares de correntes dentro do cristianismo: muito mais que Católicos ou Evangélicos), isso já os torna satanistas, por exclusão:

Stryper wears the number “777” supposedly depicting the Biblical number of perfection. But “777” is highly esteemed in witchcraft and satanism! Satanist Aliester Co liey wrote a book titled “Liber 777”. The satanic group Danzig (see our tract Rock Music: The Devils Advocate) has a song titled “777” The Treasury of Witchcraft says of the number seven: “this number, in occult rites, possessed mystic implications . . . POWERFUL: TRIPLE REPETITION is characteristic of magic ritual.” (Treasury of Witchcraft, p.23)

Para os fundamentalistas, não existe ateu, wiccan, agnóstico, zoroastrista, etc. Se não é cristão, é satanista. Enfim…

A banda costumava usar o número 777, uma referência ao 666 tanto usado pelos satanistas. Uma espécie de paródia ou para mostrar que eram diferentes. Obviamente, já deram um jeito de demonizar o 777 também. Faça o favor,depois me perguntam porque não vou a igreja, meu Deus, que recanto de gente sequelada! Não quero generalizar pessoas ou todas as igrejas que existem, mas vamos concordar que esse povo fundamentalista depõe contra o cristianismo!

Samantha, no blog Ajuda eu.
dica do tomfernandes via twitter

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Strip-stryper

Deixe o seu comentário