Tanto amor

Si eres flor cómo no estás fija en un tallo
Apenas balanceada por este aliento que abrasa

Si eres paloma cómo zureando no huyes
Cuando se acerca el cazador rojo de furia roja

Si eres vela cómo te vas ligera
Cuando las velas que el río se lleva entre sus dedos

Si eres mi sangre cómo no estás en mis venas
Pasando y repasando mi corazón que no duerme

Se és flor como não estás fixa num talo.
Apenas balançada por este alento que abrasa

Se és pomba como arrulhando não foges
Quando vem o caçador roxo em roxa fúria

Se és vela como não vais ligeira
Como as velas que o rio eleva entre os dedos

Se és meu sangue como não estás em minhas veias
passando e repassando meu coração que não dorme

Juan Cunha, poeta uruguaio

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Tanto amor

Deixe o seu comentário