Sementes

“Não julgue o dia pelo que você colheu, mas pelo que semeou.”
Robert Louis Stevenson

Nem todo dia é dia de colheita. O agricultor colhe apenas no verão e no outono, mas não já na primavera. Quando, à noite, recordo meu dia, não me importa quanto resultado tenho a apresentar. Importa, sim, que vivi conscientemente.

Sou agradecido quando uma conversa teve bom êxito, quando levantei alguém caído, quando estive bem consciente do que fiz. Sei, no entanto, que a conversa não teve um êxito definitivo, que o levantado vai cair de novo na próxima crise. Não é uma colheita que posso trazer ao celeiro. É semente que eu semeei.

Já sou agradecido se tiver deixado neste mundo meu rastro impessoal. E isto acontece sempre quando estou totalmente no que falo e faço, quando estou presente no encontro, quando aproveito a vida como ela é. Tudo o que acontece conscientemente deixa rastros. E nesses rastros será semeada uma semente que brotará qualquer dia nos corações das pessoas que encontrei, com as quais conversei, pelas quais trabalhei e me sacrifiquei.

E acredito que as palavras que hoje escrevi, se provenientes de meu coração, também atingirão os corações de outros e se tornarão neles sementes que um dia florescerão no coração do leitor e da leitora.

Anselm Grün

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Sementes

Deixe o seu comentário