Humor de quinta (111)

Aê galera,

Tava fora de casa e levei um susto grandão ao chegar e ler s/ a morte do Michael Jackson. Impressionante a velocidade com que sites e blogs prepararam reportagens e posts especiais. O clima no twitter ainda é de tristeza e de comoção.

Ao postar algumas piadas, me lembrei da pergunta que fizeram ao Osmar Guerra se existem limites p/ o humor. Obviamente, ele respondeu que não e emendou contando o desastre que foi qdo tentou fazer um stand-up p/ um grupo de cristãos. Mesmo sem palavrões, ele interrompeu no meio pois ninguém riu de nenhuma das piadas que faziam sucesso c/ outras pessoas.

No Fórum Cristianismo Criativo, o Wilson Tonioli recorreu a Apolo e Dionísio p/ discorrer um pouco s/ o quanto os limites descaracterizam o teatro e outras artes. De certa forma, este espaço às quintas-feiras acaba por revelar diferentes níveis de tolerância. Enquanto muitos gargalham ao ouvir pastores se referirem jocosamente à “Cidinha” (Nossa Senhora Aparecida), outros tipos de piada são quase inadmissíveis. Por certo, a reação tem que ver c/ a imagem austera que têm de Deus.

Well, filosofadas à parte, descobri que fiquei três semanas sem agradecer a gentileza da galera que enviou sugestões de piadas. Aí vai um “muito obrigado” gigante p/ a “listinha”:

Ana César, Andrea Fink, Carlota Lombardi, Judith Almeida, Kesia Leonardo, Alberto Marques Dias, Benjamin Ângelo de Souza, Gustavo Oliveira, Julio Cezar Weronka, Fernando Vieira, Francisco Salerno Neto, Henrique Neiva, Ricardo Gondim, Rodolfo Ortiz, Rogério da Silva Moreira, Rubens Oliveira, Sidnei Moura, Tiago Nogueira de Souza, Villy Camargo Fomin e Vinicius Patricio.

big abraço

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Humor de quinta (111)

Deixe o seu comentário