Show de relevância (56)

Jesus Cristo estaria muito “Zangado” ao ver seu santo nome sendo usado em vão por um grupo de pastores evangélicos. Foram mais de 800 Mil Reais, eu disse (Oitocentos Mil Reais) para uma passeata, que não tem grandes custos e ainda vendiam abadas dando uma conotação de micareta a um evento que em tese seria religioso.

“O Coração de Jesus esta sangrando e chorando ao ver tanta gente da política usando ainda mais seu santo nome em vão”. Enquanto a miséria, a falta de medicamentos e alimentos proliferam nas periferias um punhado de gente que se diz defender a palavra de Deus se locupleta em nome de Jesus de uma grande soma de dinheiro publico “Em nome de Jesus”, uma vergonha um pecado que eles terão que prestar contas perante Deus” Disse pastor Oziel.

Segundo ele o evento foi pífia [sic] pouca gente e não houve comparecimento algum no show que ocorreria na Beira-Rio, tendo que ser cancelado por absoluta falta de publico. Agora como irão justificar os 800 mil reais abocanhados dos cofres públicos? A chuva torrencial que caiu naquela tarde foi um aviso da revolta de Jesus por estarem usando seu nome em vão para roubar dinheiro publico.

“Vocês não acham que 800 mil reais para uma simples passeata onde se fazem apenas algumas faixas e trio elétrico não é muito dinheiro ? quase um milhão de reais para patrocinar uma passeata ?, gente que absurdo é isso, ninguém da imprensa se manifesta ? não há uma voz que possa denunciar este roubo a olho nu ? A passeata mais cara do mundo é aqui no amapá !!” pastor Oziel.

E agora aqueles que deveriam propagar a palavra de Deus,digo os pastores estão se degradiando [sic] por causa de dinheiro, e não é dinheiro deles do dizimo, é DINHEIRO PUBLICO!!! E para engrossar o caudeirão [sic] do inferno aparece um deputado federal que nada tem haver [sic] com nós evangelicos, apenas querendo voto se apresentando como grande motivador da fé evangelica.

fonte: Amapá Busca [via ADIBERJ]

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Show de relevância (56)

Deixe o seu comentário