Arte em ação

Garota reverte US$ 10 mil em instrumentos para Heliópolis
Keila Baraçal

Mais de US$ 10 mil, usados para comprar 75 instrumentos de corda (viola, violino, violoncelo). Os números representam o resultado do trabalho da brasileira Giulia Olsson, 14, na escola em que estuda atualmente na Flórida, EUA. A verba arrecadada é fruto de um trabalho voluntário da jovem, doada para os estudantes do Instituto Baccarelli, da favela de Heliópolis.

“Escolhi Heliópolis porque percebi que as crianças daqui não têm as mesmas chances que as americanas, por exemplo.” Para chegar ao nome da favela paulistana, Giulia fez uma pesquisa de onde e com quem poderia fazer o trabalho voluntário e chegou ao nome do Maestro Baccarelli. Entrou, em seguida, em contato com a entidade brasileira, assistiu ao documentário “Sinfônica Heliópolis e Arnaldo Cohen” e a partir daí começou a desenvolver suas atividades.

Para arrecadar toda a verba, criou a organização Notes for Hope (Notas da Esperança). Com seu grupo lavou carros, vendeu limonadas e, claro, fez apresentações musicais gratuitas. “Tinha vontade de fazer o melhor, porque sabia que em Heliópolis havia gente de muito talento”, ressaltou.

Giulia está em São Paulo e fica por aqui até o dia 5 de julho. Durante este tempo, está realizando monitorias de ensaios com 32 alunos de violinos. Estará também em contato com a Orquestra Infanto-Juvenil, formada por mais de 100 componentes a partir de 8 anos de idade.

RESULTADO: Julia faz oficina com estudantes

Ela não pensa em parar por aqui. Quando voltar para casa, já pensa em pesquisar outros lugares que, na opinião dela, merecem ajuda. “Quero voltar para a América Latina. Pretendo ir para a Venezuela.”

Apresentação

Giulia vai tocar com a Sinfônica Heliópolis em concerto da temporada do Mozarteum Brasileiro, nos dias 30 de junho e 01 de julho, na Sala São Paulo, com solo do violinista alemão, Erik Schumann.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Arte em ação

Deixe o seu comentário