A vida são momentos!

No final da correria de ontem, uma noite fria de renguear cusco*, uma twittada -“Pavarini chuva + pizza + serramalte + novela + família = ueba! “. Fui dormir sonhando com comida e acordei disposto a cozinhar hoje. E “cozinhar é um ato de amor: é como se encontrar com a namorada” como dizia o Giovanni Bruno, do restaurante Il sogno di Anarello**, em Sampa.

Levantei animado apesar do tempo chuvarento e frio, sensação térmica de menos alguma coisa, e fui preparar nosso café da manhã, fazer alguma coisa para aquecer o estômago e a alma. Nada de excepcional: pão com manteiga na frigideira com requeijão cremoso e pastrami, acompanhado de um café quente. Tomamos sentados na cozinha da casa acompanhados de nossos três cachorros que, pelo jeito, gostaram muito dos sandubas.

Chequei lá no hospital como foi a noite de minha amiga que passou pela cirurgia de emergência ontem, tá tudo correndo bem, e vim para cá escrever. E lembrei do Rubem Alves, de uma crônica fantástica que ele escreveu a respeito de cozinhar na qual ele diz – “poucos são os que se dão conta de que felicidade maior que comer é cozinhar. Faz alguns anos comecei a convidar alguns amigos para cozinharmos juntos”. A experiência de cozinhar acompanhado por amigos, com amigos, para os amigos é fascinante, algo que transcende, tem a ver com ser hospitaleiro, abrir o coração para receber. Não é a toa que as coisas mais importantes na Bíblia aconteceram ao redor de uma mesa ou perto de uma. Pode conferir para crer. Comer e beber é dom de Deus (Eclesiastes 3:13) e o próprio Deus, em minha opinião, é o maior churrasqueiro que eu conheci em toda a minha vida. Basta ver o relato de Ezequiel sobre a reconstrução do templo e nele perceber quantas salas com churrasqueiras para preparar carne para o povo. Aliás, nos tempos antigos do velho testamento, dizimar tinha mais a ver com subir até Jerusalém para celebrar comendo diante de Deus que com o “dar o dízimo” como conhecemos hoje.

Bom, já escrevi demais. Sugiro aos que precisam de inspiração que assistam ao filme da crônica do Rubem e, se não, pelo menos que se divirtam um pouco vendo o filmete sobre como preparar e comer um McLanche Feliz Liquidificado. Agora, vou chamar alguns amigos e vamos cozinhar!

* Frio de renguear cusco quer dizer que o frio é tão intenso que pode deixar um cachorro manco.

**Il Anarello, apelido dado ao Giovanni Bruno pelo diretor teatral Antunes Filho, em uma analogia à personagem Anarella, símbolo da amizade.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for A vida são momentos!

Deixe o seu comentário