Tadinha…

Por que você saiu da igreja?

Minha resposta à pergunta que me fizeram à queima-roupa.

“Interessante, meu amigo. Há muitos anos, quando participei de uma pequena e auto-proclamada comunidade-igreja, notei que alguns davam muita ênfase aos dons, profecias, outros a palavra, estudos teológicos e academicismos. Era um tal de “declaro isso na sua vida”, “declaro prosperidade”, “declaro saúde”, declaro e por aí vai.

Convivendo um pouco mais, cheguei a conclusão de que havia muita palavraiada, muitas profecias, muitos sonhos e visões, mas o fulano-interpretação de sonhos continuava com os gatos no seu comércio, sicrano-falador de línguas fazia rolos e factoring dos cheques recebidos dos seus clientes, beltrano-estudioso do apocalipse fazia assédio moral no trabalho, a ungida-conselheira era uma obesa pré-mórbida e a maioria-arquibancada-que-gemia-e-chorava-nos-louvores estourava cartões de crédito com a maior naturalidade e sonegava impostos com a desculpa pronta de que o Governo era mais ladrão.

Um dia perguntaram pra mim, a “irmã que nunca dizia nada”, se eu tinha algo a declarar para os irmãos. Me cansei e disse: “Menos dons e mais caráter, gente!”

Imagine a cara com que fui fuzilada

Aí saí de lá.
Bjs
HB”

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Tadinha…

Deixe o seu comentário