Ora, pois!

Um português e uma garota estão apaixonados e se casam. Mas por mais que o marido se empenhe, a sua mulher nunca consegue orgasmo.

Eles resolvem procurar um terapeuta sexual. Este ouve atentamente e acaba dando uma sugestão:

– Contrate um desses garotos de programa e enquanto vocês estiverem fazendo amor, peçam-lhe que fique pelado balançando uma toalha sobre vocês, sempre à vista de sua esposa. Isto deve ajuda-lá a fantasiar, o que deverá leva-lá a vários orgasmos.

Eles voltam para casa seguem os conselhos do terapeuta. Contratam um rapaz jovem e bonito que fica pelado abanando entusiasticamente a toalha enquanto o casal transa. Mas, por mais que tentem, não dá resultado o belo visual pelado, pelo que o casal volta ao terapeuta, que sugere:

– Vamos tentar o inverso para ver se o problema é físico. Hoje, deixe o rapaz transar com sua esposa e o senhor fica abanando os dois com a toalha.

Mais uma vez o casal segue o conselho do terapeuta. Contratam o mesmo rapaz que deita na cama com a mulher, ficando o marido com a toalha. O garoto de programa é realmente muito bom e a mulher grita e prazer, conseguindo múltiplos orgasmos.

Com um sorriso de satisfação, português (marido) dá um tapinha nas costas do rapaz que está sobre a mulher e diz triunfante:

– Tá vendo, ‘Zé manél’? É assim que se abana!

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Ora, pois!

Deixe o seu comentário