O apagão e meu individualismo

Começava a piscar a minha luminária aqui do lado e eu tranquilo, com meus fones no ouvido ouvindo mais uma vez o sermão Work and Worship do Mark Driscoll, planejando como vou enfrentar a semana de provas da faculdade e consequentemente MAIS UMA VEZ passar pra uma nova fase da vida me distanciando da internet pra usá-la só com o necessário. Claro, fazendo isso sentado na frente do computador.

Quando a luz apagou, pensei:”Sou sortudo, meu computador tem bateria!” e logo “ops!”, tirei os fones e fui ver como estavam meus pais e irmã. Que descuido não? Já cogitamos ser uma conspiração para ‘resgatarem’ o Fernandinho Beira-mar que está sendo julgado esta semana aqui na cidade de campo Grande. Logo a minha irmã recebeu uma mensagem de uma amiga virtual do inteirior de SP me dando a idéia mandar mensagens pro pessoal de fora de Mato Grosso do Sul. Uma amiga me ligou pra desejar “feliz dia do apagão!” e brincar sobre o que estariam dizendo nossos ‘amigos’ adventistas sedentos por sinais dos fins dos tempos.

A mensagem de outra amiga me provocou a pensar sobre a igreja,inevitável, ela escreveu: “Meu Pai acabou de dizer que só assim pra você se relacionar com seu vizinho. Quando seus eletrodomésticos não funcionam. Deep”.Outra amiga disse que ligou pra alguém pra ver se não havia acontecido algum acidente. Isto se chama CUIDADO. “

Tem algo mais teológico que isso durante o espisódio?

Quais métodos de manter uma unidade litúrgica ou doutrinária funcionam agora?

Apenas o ‘love your neighbor as yourself’ (em inglês: ame o seu vizinho como a você mesmo), que vi analisado numa palestra do crítico|profeta|filósofo|ateu|teólogo Slavoj Žižek no youtube, dizendo que o próximo é exatamente o diferente, aquele que não merece seu apreço aquele que te irrita.

E se repensássemos a igreja.comunidade.para.o.reino em cooperação na perspectiva de um Blackout permanente no mundo? pra que serviria nossa idéia cristianismo ? Alguma sugestão, reflexão, opinião?

ESCREVA, nessas horas … qualquer ponto de luz é ÚTIL.

Paulo Outeiro, no blog Manga Church.

O problema não está nas tecnologias. O problema está em nós mesmos porque qualquer coisa que nos distraia do próximo será usada para isso: afastamento, negligenciamento e desumanização. O equilíbrio é uma importante característica na vida de quem deseja cumprir o amor ao próximo. E apenas quando somos confrontados com a realidade supra de que vivemos anestesiados em nossos dias é que percebemos que estamos em transe. A geração iPod está imersa num mundo onde as ligações se tornam cada vez mais sustentadas sobre uma plataforma digital. Embora isso seja de grande valia para outros tantos fins, é preciso termos discernimento de quando é que passamos dos limites e perdemos de vista nossos contatos reais com gente de carne e osso. Às vezes é com um apagão que acordamos…

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for O apagão e meu individualismo

Deixe o seu comentário