O que os banheiros têm a dizer?

A palavra grafito possui sua raiz etimológica originalmente do italiano (grafitto, plural grafitti), que designa um desenho ou escritura produzida com uma ponta dura sobre pedra ou similar. Por sua vez, o termo italiano tem sua origem na palavra grega gráphein, que significa “escrever, desenhar” (HOUAISS; VILLAR, 2001; CUNHA apud TEIXEIRA, 2004, p. 28).

Nesse sentido, grafitos de banheiro, também conhecidos como escritas latrinárias, correspondem a palavras, frases ou desenhos feitos por indivíduos de ambos os sexos em banheiros públicos. Majoritariamente, as mencionadas inscrições são produzidas nas portas e paredes das cabines dos banheiros, como também, eventualmente, em outras superfícies que permitam a escrita. Esse tipo de produção configura uma subcategoria do ato de escrever em paredes de maneira geral (TEIXEIRA, 2004).

Para a coleta de dados foram visitadas três instituições de Ensino Superior, das quais duas eram particulares e uma federal, todas localizadas na cidade de João Pessoa, no estado da Paraíba. Ao todo, 41 banheiros masculinos e 43 banheiros femininos foram pesquisados. Os banheiros de empregados não constituíram parte integrante da amostra.

Os banheiros masculinos e femininos que não continham inscrições não foram contabilizados. No entanto, se havia inscrições em apenas um dos banheiros – por exemplo, no masculino, mas não no feminino –, contabilizavam-se ambos. Os dados foram coletados durante o período de dois meses (dezembro de 2007 a fevereiro de 2008), ressaltando que durante o mês de janeiro não houve coleta de dados, em razão do período de recesso de aulas.

São apresentadas e exemplificadas, a seguir, cada uma dessas categorias.

* Presença – inscrições que contêm nomes próprios, descrições acerca de si mesmo, saudações ou sentenças que expressem a passagem dos sujeitos pelo local. Exemplos: “Entrei aqui só para riscar” (banheiro masculino); “Alunas GEO, passamos por aqui” (banheiro feminino); “Kateane 2007” (banheiro feminino).

* Esportes – grafitos relativos a práticas esportivas, como nomes de jogadores, times, torcidas organizadas, ou até mesmo incentivo a certas práticas esportivas. Exemplos: “TJB”, ou seja, Torcida Jovem do Botafogo (banheiro masculino); “SPFC o respeito que impomos diz o que somos” (banheiro masculino); “Pratique Kung Fu” (banheiro masculino).

* Religião – grafitos que contêm mensagem religiosa, referências a Deus, Jesus, Bíblia, ou a passagens bíblicas. Exemplos: “Jesus te ama” (banheiro feminino); “O que estraga é a falta de Deus, leia a Bíblia” (banheiro feminino); “Jesus te ama do jeito que você é” (banheiro feminino). Leia +.

dica do Anderson Moraes

“evangelismo” rabiscando a porta do banheiro é um khada?

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for O que os banheiros têm a dizer?

Deixe o seu comentário