"Lua nova" tem "carga espiritual"

Muitos fãs torceram o nariz quando foi anunciado que o cineasta Chris Weitz seria o responsável pela direção de “Lua nova”, sequência de “Crepúsculo”. Mas com o lançamento mundial do filme, nesta sexta-feira (20), o cineasta mostra que, mesmo sendo homem, conseguiu mergulhar fundo na desilusão amorosa de uma garota, a protagonista Bella.

“Edward é bastante preocupado com o fato de que ele perdeu sua alma e não quer impor isso ao personagem de Bella. Então, na verdade, estamos lidando com uma carga bastante espiritual, em vez de estarmos fazendo um filme sobre lobisomens e vampiros”, diz Weitz.

Leia abaixo trechos da entrevista.

Vampiros e lobisomens se tornaram um fenômeno atual, com vários filmes e séries de TV sobre o tema. Na sua opinião, o que esse boom de obras do gênero representa?

Chris Weitz – Uma das coisas interessantes de “Lua nova” é que a heroína é virgem e o herói é bastante cuidadoso em preservar a castidade dela. Stephanie Meyer é uma mórmon praticante, e os livros dela são bastante castos. Qual seria a lição de tudo isso? Eu vejo o filme como uma metáfora totalmente adaptável. O personagem de Edward é bastante preocupado com o fato de que ele perdeu sua alma e não quer impor isso ao personagem de Bella. Então, na verdade, estamos lidando com uma carga bastante espiritual, em vez de estarmos fazendo um filme sobre lobisomens e vampiros.

Você procurou trazer ao filme suas memórias do primeiro amor?

Weitz – Sim. No começo houve uma certa dúvida se seria apropriado para um homem dirigir este filme. Mas eu nunca vi isso como um problema, porque ter uma desilusão amorosa transcende o gênero. Quem é que não teve o coração partido?. E esses sentimentos fizeram o filme ser bastante atraente para mim, pois eu pude me identificar e entender os personagens. É claro que nesse filme você pode vivenciar a fantasia de que foi abandonado pela pessoa por quem ama pois ela estava tentando te poupar. Essa é a chance que Bella tem no filme, e que muitos de nós nunca experimentamos.

Jacob aparece sem camisa quase todo o filme. Houve algum debate sobre isso?

Weitz – Bem, esse é um debate bastante Marxista. A familia de Jacob é muito pobre. Toda vez que eles se transformam em lobos, as roupas deles rasgam. E eles não têm muito dinheiro para ficar comprando novas roupas o tempo todo. Então é por isso que ele aparece só de shorts o tempo todo (risos). Leia +.

fonte: G1

as “lições” s/ castidade presentes em cada volume (sem trocadilho) da saga fazem algum tipo de diferença no comportamento da galera ensandecida c/ a série?

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for "Lua nova" tem "carga espiritual"

Deixe o seu comentário