Matou a pau

Essa é do Miguel do Rosário:

“É preciso olhar em volta, respirar fundo e, pela primeira vez na vida, ter coragem de botar seus derradeiros neurônios para funcionar com independência. O povo pobre é ignorante, mas tem um estômago do mesmo tamanho e peso que o do fulaninho formado na Uniban. E qualquer alquimista contemporâneo sabe que uma decisão tomada com base no vazio estomacal pode ser tão ou mais inteligente do que outra feita sob efeito do excesso de lagosta e champagne.”

Leia o texto na íntegra.

via Pseudofilosofia

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Matou a pau

Deixe o seu comentário