Feliz Ano Novo

– Querida, que débito é esse de R$ 600 na nossa conta no dia de Natal?

– Taqueuspa. Você fez de novo…

– Fez de novo o quê, criatura?

– Você novamente se esqueceu do chip que detecta tudo o que acontece no carro. Basta avançar o sinal e a multa é debitada imediatamente.

– Mas por que R$ 600?

– No mínimo, você também foi flagrado pelo sensor do bafômetro acoplado no painel.

– Duas taças de sidra vagabunda… Deveriam multar sua mãe por continuar sendo tão mão-de-vaca.

– Nesta semana vence o prazo para você fazer a atualização do chip da obesidade, mais um projeto aprovado pelo Senador Sarney para poupar os cofres públicos.

– Poupar os cofres públicos e terminar o aeroporto internacional na Ilha do Curupu…

– Agora preciso ir ao açougue para abastecer o freezer. Não agüento mais comer carne de avestruz.

– É a única liberada por causa do colesterol. Esse projeto do Serra foi o melhorzinho. Pior foi a tornozeleira eletrônica com GPS que os fumantes agora são obrigados a usar.

– Mas a expectativa de vida vai chegar quase aos 80 anos. E os idosos vão viver melhor com a bolsa senilidade que a Dilma instituiu.

– Amor, hoje passei na farmácia e recebi o kit Marta Suplicy: uma caixa de Viagra e 12 camisinhas.

– Camisinhas foram banidas, querido. Nos dois dias da semana em que o sexo está liberado é necessário ir ao Centro de Saúde e lacrar o bilau. Genial a ideia de usar o protect bag dos aeroportos para prevenir doenças venéreas. Meio incômodo, mas nunca antes neste país os índices diminuíram tanto…

– “Nunca antes neste país”? Que frase mais antiga…

– Meu bem, você sabe que sou uma periguete aposentada que gosta de preservar as tradições. Viva o Ano Novo que está às portas.

– Feliz 2020, amor.

minha crônica deste mês no Blog das 30 pessoas.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Feliz Ano Novo

Deixe o seu comentário