Enquanto uns choram…

Antes e depois do terremoto, nada mudou no Haiti dos ricos. Continua o consumo da champagne Veuve Clicquot no luxuoso bairro de Petionville e não falta nem o jet ski para o turista em viagem de cruzeiro.

O moderno e luxuoso navio Independence of the Seas (foto), da empresa Royal Caribbean International, continua a atracar na paradisíaca praia de Labadee, distante cerca de 100 quilômetros de distância do local indicado como o epicentro do terremoto.

Em Labadee, a Royal Caribbean mantém uma estrutura para dar suporte aos turistas desembarcados das suas naves de luxo: esportes aquáticos, bangalôs, barracas de sol, serviço de bar, restaurante, shopping etc.

Na última atracagem do Independence, ocorrida dia 18 de janeiro, estavam a bordo 3.100 passageiros. Os turistas desse navio têm uma praia privada à disposição e seguranças bem equipados eliminam os riscos de violência e evitam a invasão por famintos e desesperados. Leia+ AQUI.

Fonte: Sem Fronteiras

Tragédias servem para vender jornais e revistas, mas não servem para mudar o ser humano. Ficamos indignados com notícias como esta, digamos, talvez por uns 3 ou 4 minutos e depois voltamos aos nossos afazeres, nossa vidinha medíocre de sempre achando que já cumprimos nosso dever. Como já cantou o Lulu Santos – ‘Assim caminha a humanidade, com passos de formiga e sem vontade’ e eu acrescento: ‘enquanto uns choram, outros vendem lenços’… E alguns com a grana que levantam vendendo lenços vão para lugares paradisíacos tomar champagne a 153 dólares a garrafa, mesmo que as taças estejam trincadas.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Enquanto uns choram…

Deixe o seu comentário