A igreja não permite

Outro dia ouvi esta frase. Eu a ouvi num programa televisivo, de grande audiência no Brasil.
Gosto de assistir um quandro deste programa que ajuda uma meia dúzia de pessoas a sair do “SUFOCO”. Leva as pessoas de volta para sua terra natal. Me emociono, confesso.

Num destes programas, uma jovem senhora teve a sorte de ser sorteada (neste caso, considero que Deus tocou o coração dos que lêem as cartas, e os fez comoverem-se por ela), e foi visitada pelo apresentador.

No meio da conversa, a jovem senhora sofrida proferiu a frase “a igreja não permite”, reforçando um comentário que o entrevistador fez. Esta frase não é nova. Eu mesmo tive a insipiência de proferi-la muitas vezes durante o período em que estive cativo religiosamente. Ainda hoje ouço isso. A IGREJA NÃO PERMITE.

No momento em que vi aquela miserável senhora dizer isso, fui tomadao de uma ira profunda.
Aquela mulher deixou família para trás, deixou suas raízes para buscar uma felicidade cruel. Estava vivendo uma situação deplorável, desumana. Seu linguajar e suas roupas a denunciavam: era evangélica… crente, cristã, protestante, sei lá. Defendia uma bandeira religiosa.

O que fez irar-me? Exatamente a imponência da frase e a situação vexatória de uma mulher de Deus. Eu não consigo compreender como homens, que se dizem de Deus, não conseguem ver o que está a um palmo de seus olhos.

A igreja não permite que seus fiéis casem-se com não-fiéis; algumas não permitem que seus seguidores tenham televisores em seus lares; outras não permitem que mulheres cortem seus cabelos; algumas exageram a ponto de proibir a doação de sangue.

A igreja não permite.
Perguntei-me: a igreja não permite que seus fiéis sofram, por acaso? Não permite que os “irmãos em Cristo”, padeçam necessidades? Não permitem que suas crianças cresçam sem perspectitivas de futuro? Não permitem que os cristão não tenham dignidade?

As igrejas não permitem muitas coisas. Será que seus líderes já perguntaram se Deus os permite fazer conceções, sectarismo, partidarismo, distinção entre pessoas? Já se perguntaram se Deus permite que tenham o melhor, enquanto seus fiéis não tem um pedaço de pão pra comer?

A Igreja não permite.
Mas, de fato, o fiel pertence a igreja ou a Deus?
Quem é a igreja para não permitir ou autorizar?
Com que permissão a igreja não permite?

Aborrece-me ouvir isso.
A igreja não permite. É, apenas a Igreja não permite.
Deveria a igreja não permitir a fome entre seus fiéis, a falta de amor, a ausência de dignidade, os falsos mestres.

E Deus, será que também “não permite”?

Rodnei Cypriano, no Esquina da fé.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for A igreja não permite

Deixe o seu comentário