Mestres

Quis chegar até o limite
De uma paixão
Baldear o oceano
Com a minha mão
Encontrar o sal da vida
E a solidão
Esgotar o apetite
Todo o apetite do coração…

Djavan e Chico Buarque

Tive um professor de Cardiologia que comparava os diferentes ruídos cardíacos aos instrumentos de uma grande orquestra.Mesmo que parecesse tudo confuso à primeira ausculta,ele mostrava aos alunos – muito tranquilamente – como decifrar os timbres das bulhas, sopros, o suave, o rude e o desdobrado, assim como se aprende a identificar o som de um oboé, uma viola ou um trompete.

Seu maior mérito era tornar simples o que parecia complicado.Eu o admirava tremendamente por alcançar a nossa percepção, tirando o medo do fracasso e nos convencendo de que éramos realmente capazes de entender a arte da Cardiologia.

Era um homem incomum, um verdadeiro mestre. Fazia com que as novas idéias já parecessem familiares, e nos encorajava a imitar os sons das bulhas cardíacas sem nenhuma vergonha da onomatopéia.

“Você ouviu: ‘Tum-tá’ ou ‘Tum-Trrrá’ ?Porque se foi ‘Trrrá’ aconteceu um sopro diastólico rude…e o que pode ser isso?” – ele nos metralhava com perguntas como esta, enquanto nos debruçávamos sobre os pacientes da enfermaria.

Grandes mestres incentivam, não impõem. Fazem vir o melhor de nós, dissipam o medo, ensinam a ousar. Recentemente fiz um pequeno inventário mental e listei algumas lições recebidas ao longo dos anos.Enfatizo que as frases não são meros conselhos embalados em clichês. Elas vêm em um bojo e contexto fora da sala de aula. O bom mestre nem sempre é um professor.Pode ser um amigo, um parente, um colega de trabalho. Grandes mestres sabem alimentar a Esperança.

Algumas:

‘Ler é um prazer, não uma obrigação.’ – Prof. Lucia Biondo.

‘Aprenda a contemplar. Não se limite a ver com pressa, observe cada pequeno sinal e deixe seu subconsciente apreender milhares de informações sobre uma pessoa ou situação.’ Prof. Henrique Paraventi.

‘Elogie quem merece, mesmo que discorde totalmente de suas opiniões.’ – Prof. Vevé.

‘Experimente o novo.Avance.Não tenha medo de parecer ridículo quando tentar uma nova tarefa.’ Prof.Rose.

‘Não importa o quanto tudo pareça difícil no momento, no final sempre vai dar certo.’ Vovô Pacitti

‘Não se preocupe em deixar uma enorme patrimônio aos seus filhos. A melhor herança é a educação, que governo nenhum confisca,mais os valores morais- que são como os alicerces da vida.’ Ezri.

‘Se quem você ama errar, acertar ou estiver totalmente perdido,simplesmente ame. A aceitação e o amor são mais eloquentes que qualquer tipo de conselho que imaginar.’ Flavio.

‘Viva com gosto. Não dá pra viver sem paixão.’ Otto.

Vale a pena lembrar o que nos motivou nas horas desafiadoras de antes. Todos nós possuimos um acervo assim.Não é saudosismo barato,não é auto-ajuda; não é para olharmos para o passado, mas para a frente, como um grande mestre* já havia dito: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança.”

* Profeta Jeremias, em suas Lamentações

Helena Beatriz Pacitti, no Timilique!

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Mestres

Deixe o seu comentário