Rejeitada em centenas de empregos, britânica comete suicídio

Uma jovem britânica de 21 anos cometeu suicídio depois de passar dois anos procurando emprego sem sucesso, disse seu pai. Descrita pela família como determinada e inteligente, Vicky Harrison se sentiu “humilhada e envergonhada” depois de receber centenas de cartas de rejeição.

A jovem se formou na escola com boas notas e passou um ano estudando cinema e mídia em uma universidade em Londres antes de decidir tentar a sorte no mercado de trabalho.

Desde que voltou para a casa dos pais em Darwen, no condado de Lancashire, a jovem se candidatou a centenas de empregos que iam desde vendedora de lojas, garçonete e atendente de cantina escolar, segundo informou o jornal local Lancashire Telegraph.

“A família dela disse que a jovem não tinha histórico de depressão mas ficou chateada com a falta de sucesso no mercado de trabalho”, afirma o jornal.

A jovem se matou com uma overdose de remédios depois de receber mais uma carta de rejeição de uma creche, um dia antes de receber o cheque semanal do seguro-desemprego (cerca de R$ 120 por semana).

Ela deixou três bilhetes de despedida – um para a mãe, outro para o pai e outro para o namorado – em que declarou “não quero mais ser eu”. Os três planejam criar uma fundação no nome de Vicky Harrison para ajudar jovens desempregados a lidar com o problema.

A jovem foi encontrada morta na sala da casa de sua mãe, com embalagens vazias de remédios, em março passado.

fonte: Terra

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Rejeitada em centenas de empregos, britânica comete suicídio

Deixe o seu comentário