Música para vestir

Gravatas e chapéus criadas com o tecido Sonic pelo brasileiro Júlio César

Segundo as tradições budistas tibetanas, o mestre indiano Atisha ensinou os seus discípulos a imprimir mantras, orações e pedidos sobre pedaços de tecido, acreditando que, através dos sons emitidos ao balançarem no vento, suas preces alcançariam ainda mais lugares e deflagrariam bons fluídos para todos.

Pensando em transmitir o seu recado, a designer estadunidense Alyce Santoro inspirou-se nas “bandeiras de oração” e desenvolveu o tecido Sonic que, confeccionado com as obsoletas fitas cassetes, emite sons e muita sustentabilidade através de peças super criativas.

Feito com 50% de poliéster e 50% da fita, o tecido surpreende não apenas por ser ecologicamente eficiente, já que tira do lixo as mídias que não são mais utilizadas, mas também por ser audível. Exatamente: é possível extrair sons de vestidos, chapéus e gravatas criadas com o Sonic apenas com o auxilio de um dispositivo criado com walkman – dispositivo esse que a própria designer ensina em sua página virtual.

Desde de que começou com o trabalho, Alyce conseguiu apoio de inúmeras pessoas para o recebimento de sua matéria-prima, as antigas tapes, mas a designer adianta que temporariamente não aceita doações, pois já tem uma grande quantidade de cassetes e agora se dedica ao desafio de confeccionar novas criações.

Brasileiro à frente

Interessante, inovador e sustentável. É assim que grande parte dos designers enxerga o tecido Sonic. Um deles é o brasileiro Júlio César. À frente em uma parceria com Santoro, o estilista foi o responsável pelo design de gravatas, chapéus e até alças de guitarras com o material – criações exclusivas e limitadas que podem ser encontradas no site do designer ou em seu ateliê, situado na cidade de Nova York, nos Estados Unidos.

Com cores que vão dos básicos preto e marrom a tons de azul e bordô, as peças feitas com o tecido ganham um brilho único por conta da inusitada mistura e têm um forte apelo entre os amantes de vinil, já que possuem um efeito similar.No site da Sonic, é possível adquirir o tecido ou algumas peças desenvolvidas com ele.

Fonte: Ecodesenvolvimento
Para “ouvir” a roupa usando um Walkman velho, siga as instruções deste video

Se a moda pega, poderá surgir um novo mercado, roupas ungidas, reciclando aquelas velhas fitas de música gospel 🙂

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Música para vestir

Deixe o seu comentário