Serra pede oração a evangélicos em SC

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, fez um discurso repleto de referências bíblicas diante de uma plateia de missionários evangélicos e foi saudado como “futuro presidente” por pastores da Assembleia de Deus, hoje à noite em Camboriú (SC).

“Orem, rezem a Deus, por mim no sentido de eu ter mais sabedoria para enfrentar as batalhas e as lutas que nós temos daqui por diante”, discursou, aludindo a uma passagem do Velho Testamento em que o rei Salomão pede a Deus sabedoria para governar.

Na discurso, o católico Serra vinculou passagens da Bíblia à sua atuação como ministro da Saúde e governador. Citando trecho do Evangelho de João, sobre Cristo ter vindo à Terra para dar “vida abundante”, o tucano lembrou que propôs legislação restritiva ao cigarro em São Paulo para dar “qualidade de vida” à população.

Serra falou para um auditório lotado com cerca de 10 mil pessoas, segundo pastores da Assembleia de Deus.

Líderes da igreja pentecostal afirmaram que o discurso foi ouvido por 160 mil pessoas que participaram do encontro 28º Encontro Internacional de Missões dos Gideões Missionários, espalhados em um parque de Camboriú. A Polícia Militar não fez estimativa de público.

O palanque evangélico de Serra foi articulado pelo pastor Everaldo Pereira, presidente do PSC (Partido Social Cristão), sigla aliada de Lula no Congresso e que deverá apoiar o tucano na eleição. A Assembleia de Deus é a igreja da pré-candidata Marina Silva (PV).

Pastores trataram Serra várias vezes como “futuro presidente”. Durante sua oração, o pastor Cezino Bernardino pediu que os fieis rezassem para que o presidenciável se elegesse e conclamou o ex-governador a voltar ao encontro em 2011 como presidente. O pré-candidato disse “amém”.

O pastor Reuel Bernardino incentivou a ovação a Serra: “Esse povo não só ora como vota, haverá um rebuliço no país”.

Após ganhar uma Bíblia de Cezino, Serra concedeu uma rápida entrevista em que defendeu o trabalho missionário das igrejas e negou ter ido a Santa Catarina apenas em busca do voto evangélico.

Ao sair do ginásio, diante de uma multidão que gritava seu nome, Serra fez o V de vitória.

Graciliano Rocha, na Folha Online.
foto: Gilmar de Souza/Jornal de SC
dica da Carla Sodré Cunha

enquanto Lula e Dilma usavam as festas do 1º de Maio como palanque, Serra aproveitou a tradicional subserviência que os pastores assembleianos apresentam diante de qq político de expressão.

os caciques a-do-ram inflar números e mostrar que (ainda) detêm a capacidade de influenciar o voto da patuleia cujo papel restringe-se a gritar “glória a Deus” nas constrangedoras mise-en-scènes. no final do ano passado, Dilma participou do culto de aniversário de José Wellington no Belenzinho (SP) e tb pediu orações.

o roteiro é sempre o mesmo. o político ganha uma bíblia, recebe orações inflamadas e o povo sai de lá (literalmente) crente que evangelizou o cara. segundo o relato de um leitor, um dos sem-noção assembleianos ressaltou após o evento em Santa Catarina que Serra “até deu oferta” e revelou o valor: R$ 300,00. #vergonhalheia

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Serra pede oração a evangélicos em SC

Deixe o seu comentário