Coreia culpa reforma ortográfica pela derrota

Kim Jong-Il convocou uma reunião com membros da ABL e prometeu tornar obrigatória a leitura de Marimbondos de Fogo, de José Sarney, em todas as escolas da Coréia, caso o acento agudo retorne

ÁFRICA DO SUL – “Foi um impacto tão violento que desconcentrou toda a nossa seleção. Não via nada parecido desde o misterioso acidente com Ronaldo, que desestruturou a seleção brasileira em 1998”, declarou o técnico Kim Jong Hun, ainda abismado ao saber que seu país perdera um acento agudo com a reforma ortográfica da língua portuguesa. Hun só tomou conhecimento da tragédia no caminho para o estádio porque os meios de comunicação norte coreanos foram proibidos de informar a notícia à população. “Ainda bem que a grafia de bomba atômica não mudou”, disse enigmático.

Para evitar um incidente diplomático, o presidente Lula se prontificou a negociar uma exceção no novo acordo ortográfico para tornar facultativo o acento agudo em “Coreia do Norte”. “Se a Coreia do Sul ficar com inveja, que venha nos procurar”, declarou um assessor.

fonte: The Piauí Herald

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Coreia culpa reforma ortográfica pela derrota

Deixe o seu comentário