Anne Rice anuncia no Facebook que está abandonando o cristianismo

Matthew Paul Turner

Anne Rice atualizou seu status ontem no Facebook

“Para aqueles que se importam, mas entendo se você não se importar: Hoje eu deixei de ser cristã. Estou fora. Continuo comprometida com Cristo, como sempre, mas não sendo ‘cristã’ nem fazendo parte do cristianismo. É simplesmente impossível para mim ‘pertencer’ a este grupo tão briguento, hostil, polêmico e merecidamente de má fama. Por dez anos … eu tentei. Mas falhei. Sou uma estrangeira. Minha consciência não me permite mais. ”

Depois, atualizou seu status novamente

“Conforme disse abaixo, deixei de ser um cristã católica. Estou fora. Em nome de Cristo, recuso-me a ser antigay. Recuso-me a ser antifeminista. Recuso-me a ser anticontrole artificial de natalidade. Recuso-me a ser anti-democrata. Recuso-me a ser anti-humanismo secular. Recuso-me a ser anti-ciência. Recuso-me a ser anti-vida. Em nome de Cristo… deixei o cristianismo e de ser cristã. Amém.”

Agora, seu status diz…

“Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. Evangelho de Mateus.”

Eu amo Anne Rice! Contudo, espero que este novo cristianismo “não-cristianismo, não-cristão, centrado em Cristo” que ela está abraçando a faça parar de escrever livros sobre Jesus. Uau. Você já leu? Eles são tão chatos,  na minha opinião. Eu continuo comprando-os. Mas não vou lê-los. (É algo idiota, eu sei).

Então… opiniões sobre o que ela disse?

Dica do Tom Fernandes

Só para lembrar, vejamos o que relata o G1 AQUI

A escritora ficou famosa como autora de “Entrevista com o vampiro” e por outros romances sobrenaturais. Criada em uma família católica, Rice rejeitou a igreja quando era jovem, mas voltou ao catolicismo na década passada e publicou livros como “Cristo senhor – A saída para o Egito”, lançado no Brasil em 2007.

Em uma entrevista à agência Associated Press em 2008, Rice contou que sua volta à fé foi precedida de uma série de epifanias, muitas delas durante viagens pelas catedrais da Europa, Israel e Brasil. Certa vez, quando visitou a estátua gigante de Cristo Redentor no Rio de Janeiro, ela relata que sentiu “delírio” e que as nuvens se abriram para revelar a estátua.

Na época, declarou que rompeu completamente com o ateísmo em 2002, após a morte do marido Stan Rice por um tumor cerebral e após se tornar diabética.

Ela começou a escrever livros sobre a vida de Cristo, e declarou que se objetivo era “simples”. “Quero escrever livros sobre nosso Senhor vivendo na Terra e fazê-lo real para as pessoas que não acreditem nele; ou pessoas que nunca tentaram acreditar”, explica. E reforça: “Eu tornei os vampiros em algo crível para mulheres adultas. Agora, se eu pude fazer isso, eu posso fazer nosso Senhor Jesus Cristo crível para as pessoas que nunca acreditaram. Espero e rezo [por isso].”

Fontes: Jesus Needs a New PR e G1

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Anne Rice anuncia no Facebook que está abandonando o cristianismo

2 Comentários

  1. Um dos melhores filmes de vampiros que já vi, a série “chatúsculo” de vampiros que não mordem poderia aprender alguma coisa sobre vampiros de verdade.

    Quanto a Rice, ela saiu do catolicismo por causa das brigas, melhor então ela nem vir para o protestantismo, senão ela vai desejar voltar ao ateísmo.

    Mais um ser humano que segue Jesus, mas não o cristinismo, fazes bem…

  2. Um dos melhores filmes de vampiros que já vi, a série “chatúsculo” de vampiros que não mordem poderia aprender alguma coisa sobre vampiros de verdade.

    Quanto a Rice, ela saiu do catolicismo por causa das brigas, melhor então ela nem vir para o protestantismo, senão ela vai desejar voltar ao ateísmo.

    Mais um ser humano que segue Jesus, mas não o cristinismo, fazes bem…

Deixe o seu comentário