O Leão, a pastora e o guarda-roupa (7)

Livro do Profeta Valadão

Capítulo 1

A visão da bota de cobra

1. Palavra de Ana Paula Valadão, filha de Marcio Valadão, um dos sacerdotes que estavam em Belo Horizonte, na terra dos tupiniquins colonizados.

2. Ao que veio a palavra do Senhor, nos dias de Dilma, filha sucessora de Lula, rei do Brasil, no oitavo ano do seu reinado.

3. Assim veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:

4. Filha minha, antes que te formasse no ventre eu te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta.

5. Então disse eu: Ah, Senhor Deus! Eis que não sei falar… Só cantar… Porque ainda sou uma menina.

6. Mas o Senhor me disse: Não digas: Eu sou menina, porque a todos a quem eu te enviar, irás. Tudo quanto te mandar, falarás.

7. Então, imediatamente fui conduzida a Dallas (EUA) e lá, outra vez veio a mim a voz do Senhor dizendo: Que é que vês, Ana Paula? E eu disse: Vejo lojas.

8. E disse-me o Senhor: Viste bem, porque eu velo pela minha palavra. Agora entre na loja. Então entrei.

9. Imediatamente, veio a Palavra do Senhor a mim pela segunda vez dizendo: Que é que vês, Ana Paula? Eu disse: Vejo botas…

10. Então, o Espírito (não a minha futilidade) disse:

11. Assim diz o Senhor: Conheço suas botas, e sei que não estas preparadas para o que irá acontecer. Todavia digo, não temas filha minha, porque assim como fui com Jeremias, serei contigo a diferença é que ele viu amendoeiras. Você vê botas.

12. Agora vai e compre uma bota de couro de cobra “piton” e volte ao Brasil, porque lá falarei ao meu povo o que há de acontecer.

13. Então voltei e o Espírito do Senhor revelou-me a cidade de Barretos, sendo uma das três cidades-base instaladas no mundo espiritual. Juntas, essas cidades formam um principado chamado Exu Boiadeiro. São elas  Madri (Espanha e touradas), Dallas (terra dos cowboys americanos) e Barretos (terra dos rodeios).

14. Disse eu: Ai de mim, Senhor! O que falarei ao teu povo?

15. Então pela terceira vez veio a Palavra do Senhor dizendo: Diga ao povo que o sacrifício da cruz não foi o suficiente para quebrar com todo principado e potestade existente no mundo espiritual e na imaginação dos que se dizem profetas, mas não são…

16. Diga ao meu povo, os que tem sede de justiça, que eu ouvi o clamor deles, e por isso levantei você! Diga ao meu povo que a injustiça, fome, miséria, nudez, escassez são combatidas assim… Com atos proféticos!

17. Sim! Diga ao meu povo que Paulo era louco quando disse “escudo da fé, capacete da salvação, couraça de justiça” porque nada é mais poderoso do que um chapéu, um cinto e um par de botas piton quando se trata de fé mágica e de “demônios boiadeiros”.

18. Diga ao meu povo, que Paulo errou quando nos mandou calçar o “evangelho da paz”.

19. Na verdade, ele quis dizer “botas piton de guerra”, que muito possivelmente, de acordo com os profetas desta geração, é feita com o couro da mesma cobra que tentou a Eva.

20. Filha minha, diga ao meu povo que não lhes falta o conhecimento da palavra, porque eles tem você para matar o Exu Boiadeiro e mostrar a cobra, digo a bota.

21. Diga ao meu povo para colocarem o nome do meu filho dentro do chapéu! E fazerem reverência a Ele igual aos peões de boiadeiro fazem a “nossa” senhora de Aparecida! Por que essa reverência tem de ser minha! Para mim! Assim diz o Senhor!

22. Diga ao meu povo que Barretos é minha! Por que vocês foram lá, tocaram numa ferradura e disseram: “Barretos é de Jesus”! Digam ao meu povo que vocês também fizeram isso em Brasília e que agora Brasília está em chamas de avivamento!

23. Diga isso sem medo, porque o meu povo não lê jornal e jamais irão ver que a corrupção vem aumentando grosseiramente antes, durante e depois que vocês passaram por lá.

24. Diga isso sem medo, pois vocês também foram no Rio de Janeiro e fizeram do sambódromo um “santódromo”, conforme suas belas palavras. Afinal de contas, a prostituição nos carnavais praticamente acabou depois que vocês passaram por lá com o evangelho da “guerra espiritual”. Aleluia!

25. Quanto aos que duvidam e se levantam contra o que digo através de ti, eu levantarei contra eles o meu juízo por causa de toda a sede de justiça que eles carregam dizendo que a cruz ainda pode salvar a geração mais incrédula, mimada, dissimulada, arrogante, bobinha, frágil e mágica que carrega o evangelho de Walt Disney no coração.

26. Tu pois, cinges os teus lombos, e levanta-te, e dize-lhes tudo quanto eu te mandar; Não te espantes diante deles, para que eu não te envergonhe diante deles.

27. Porque eis que hoje, eu te ponho por peoa de Barretos, te ponho sobre todos que estão distante do seu trono com a mais nova American Cowgirl para domar o Exu Boiadeiro com seu chapéu da salvação, cinto da justiça e sua bota piton feita da couro da serpente que enganou a Eva! Assim diz o Senhor, pai da moda.

28. Quanto ao mais, por ventura todas as demais coisas não poderão ser escritas no livro de Lamentações dos que tem fome e sede de justiça?

Releitura brilhante de Jeremias, feita pelo André Ferraz no Seguidores da Cruz

Para quem não lembra, tudo começou com essa “revelação” AQUI

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for O Leão, a pastora e o guarda-roupa (7)

14 Comentários

  1. Mario Junior disse:

    Que lixo o teu site! Se tu não concorda com as atitudes da ana paula vá orar por ela, acho isso mais digno!

    • Erick Ventura disse:

      Nossa, quanta raiva. E voce fala de dignidade mas acha digno falar assim com um irmão por causa da exposição de uma ideia? Não seria mais “digno” debater tranquilamente? heuheueh

  2. Jenerson Alves disse:

    Sim, sim… Continue orando… e denunciando a distância entre o que se prega hoje em dia com o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

  3. Will Romanini disse:

    kkkkkkkkkkkk depois disso tudo chegou o papai noel e queria dar um presente pra Ana, mas tbem, era uma bota, ai o coelho da páscoa disse que era melhor dar um ovo de chocolate…Mas chocolate tem o demônio da gordura, e lgum personagem bíblico, acho que Elias, apareceu e repreendeu o coelho da páscoa…..pra saber o que aconteceu é necessário depositar 70 vezes R$7,00 e saber como Deus agiu.
    (antes que alguem acredite, isso tdo não existe)

  4. Susy Ristau disse:

    Texto maravilhoso, parabéns! Para a galera que acha que só oração resolve, está na hora de rever conceitos.

  5. Maximus Pb disse:

    Pensei que seu blog fosse uma ferramenta para levar o nome de Jesus, mas pelo que vejo só serve para falar mal de quem tá trabalhando para o Reino, se de for correta ou não caberá o Julgamento do Senhor, quem somos nós para julgar?
    abraço..

    Volte ao primeiro Amor!

  6. Fernando Costa disse:

    Pava, li mas não vou nem comentar. Não é necessário.

  7. Diógenes disse:

    Maravilha!!! É o que podemos esperar da família VALA(nos)DÃO…

  8. Diógenes disse:

    Maravilha!!! É o que podemos esperar da família VALA(nos)DÃO…

  9. Waldir Martins Machado disse:

    Eu não gosto de criticar, mesmo algumas questões que não concordo. O Brasil é grande e formado por igrejas diversificadas. Concordo que existem exageros, mas vejo também uma enorme distancia entre os teólogos e a igreja. Eles teorizam, teorizam e a igreja vive uma outra realidade. Vejo pastores de renome pregando e ensinando, mas quando vamos em suas igrejas os cultos são bem diferentes de seus ensinos. Então…
    Waldir Martins Machado

  10. Waldir Martins Machado disse:

    Eu não gosto de criticar, mesmo algumas questões que não concordo. O Brasil é grande e formado por igrejas diversificadas. Concordo que existem exageros, mas vejo também uma enorme distancia entre os teólogos e a igreja. Eles teorizam, teorizam e a igreja vive uma outra realidade. Vejo pastores de renome pregando e ensinando, mas quando vamos em suas igrejas os cultos são bem diferentes de seus ensinos. Então…
    Waldir Martins Machado

  11. lele disse:

    nossa vc é nojento 😛

  12. Robson Lelles disse:

    Cheiro de nitroglicerina ou é impressão?

  13. Anízio Gomes disse:

    Acredito que todo veículo de informação deve expor prós e contras sobre temas em geral, pois como diz um velho ditado, “nem Jesus agradou a todos”, portanto sempre haverá concordâncias e discordâncias, o que acredito não afetar os sábios, por saberem que de tudo é possível retirar aprendizados válidos. O texto é um pouco agressivo na minha opinião, mas muitas das vezes o próprio Deus proporcionou espada à seu povo com o fito de acordá-los para uma realidade de incredulidade, egoísmo ou idolatria como nos tempos de Israel (Ezequiel – 6;1-3), dessa forma, devemos andar como sábios e não nos cegarmos por aquilo que acreditamos engessadamente, sem nos darmos a chance de conhecer o novo, que também poderá acrescentar em nossas vidas conceitos positivos, aperfeiçoadores dos nossos princípios revelados por Deus e presentes em nosso coração!

Deixe o seu comentário