Bruxo paranaense prevê virada de Serra

Bruxo Chik Jeitoso, candidato a deputado estadual no Paraná, prevê vitória de Serra.

.
Quem é Chik Jeitoso?
Foi um apelido que ganhei dos amigos porque sempre estou bem vestido. Mesmo nos períodos mais difíceis, quando morei na rua, eu tentava me vestir bem. Daí o pessoal fala que eu estava chique, estava jeitoso. Ficou. Para minha profissão, é bom ter um nome marcante, e que represente algo positivo, pois a energia está até no nome.

Minha família é da Bahia e minha avó era mãe de santo. E eu já tenho essa influência desde que nasci. Pois era para eu ter nascido no dia 1º de janeiro, minha mãe teve várias complicações e eu não nascia. Daí meu pai foi buscar minha vó no dia 05, ela incorporou e fez o parto. A partir dos nove anos comecei a ter vidência. Fui internado no hospital como louco. E, no hospital, eu consultei até o médico, que disse que de louco eu não tinha nada. Então fugi, pulando o muro. E lá para cá, fiz de tudo, até caixão de defunto eu vendi. E em todas as áreas que eu ia, voltava para a área do espiritismo. Então já faz 27 anos que eu consulto, através do tarô, através da vidência, da incorporação. E isso acaba me preenchendo . Hoje, eu vivo disto.

E sua entrada para a política, como ocorreu?

Eu tenho hoje mais de cem clientes políticos, nacionais e internacionais. E toda vez que um político vem se consultar comigo, eu aproveito e falo sobre as mazelas do povo. Lembro eles de porque eles foram eleitos, que é impressionante como eles esquecem disso e pensam só no seu lado pessoal, na próxima eleição. Eu previ o escândalo da Assembleia (atos secretos e contratação de funcionários fantasmas, que levou, em abril, quatro ex-diretores à prisão) no final do ano passado. Vi muita roubalheira, vi que quem estava mandando no dinheiro do Estado estava dentro da Assembleia e nem deputado era. Comprei a briga dos caça-fantasmas (movimento que pedia o afastamento dos responsáveis) porque vi a necessidade de renovação. Foi assim que comecei a pensar na possibilidade de eu ser o candidato, mesmo não tendo a estrutura que eles têm. Fui convidado pelo Rubens Bueno (presidente estadual do PPS), que nem é meu cliente, e entrei no PPS para disputar essa eleição, pela primeira vez.

Você diz que fez trabalhos até para a eleição do Barack Obama. Como foi?
Tenho clientes em 107 países. São brasileiros que foram para fora, mas mantém o contato. E alguns dos meus clientes são ligados à política lá dos Estados Unidos e colocaram uma pessoa da campanha do Obama em contato comigo. Essa pessoa também faz trabalhos espirituais e pediu o meu apoio. Então, mesmo ele sendo evangélico, fui passando algumas mensagens, algumas orientações e criamos uma energia muito forte, que ele soube absorver, por ser um homem de mente aberta, muito inteligente, determinado. E acabou dando muito certo. Quando você emana energia, não importa onde a pessoa vai estar. Quanto mais gente manda energia positiva, tem mais chance de dar certo. Assim como se tem muita gente mandando energia negativa, também vai dar certo. A gente fez o trabalho espiritual mesmo sem conhecer o Obama pessoalmente usando um boneco de vela, e outras ferramentas da magia. Faço parte de uma união de 700 bruxos no mundo e nós nos comunicamos. Quando há um trabalho muito forte a ser feito, vários de nós fazemos juntos, cada um em seu local.

Além do escândalo na Assembleia, você previu, na virada do Ano, que Alvaro Dias (PSDB) seria governador do Paraná, e ele nem se candidatou. Previu, também, que se Beto Richa (PSDB) renunciasse à prefeitura de Curitiba para disputar o governo sofreria uma grande derrota, iniciada pela traição de seu vice. Hoje você está na coligação de Beto Richa e o aponta como favorito para a eleição. O que aconteceu?

A energia do Beto mudou de lá para cá. A traição houve, foi a do Osmar Dias (PDT). Pois eles tinham o projeto de estarem juntos. Eu tinha visto a traição do Luciano Ducci (PSB – atual prefeito de Curitiba), mas, na verdade foi a do Osmar, que fez o Beto andar sozinho. Mas eu via mesmo a energia do Alvaro Dias ser muito grande. É uma energia tão grande que ele quase chegou a ser vice-presidente. E para onde ele levar essa energia, pode decidir a eleição aqui no Paraná. E como ele está apoiando o Serra, indiretamente, pelo menos, está com o Beto, mesmo não subindo no palanque dele. Ele ficou de fora, mas vai ser decisivo.

Falar agora, que estou na coligação, é complicado. Mas vivo dessas previsões, então não vou parar. Vejo o Osmar unido com o PT e com o Requião, seu maior adversário. E isso está causando confusão, ele está no meio de uma guerra de energias. Está muito negativa. Eu já fiz uma previsão de que esse seria o pior ano do Requião. E ele está com uma energia tão negativa que vai atrapalhar todos que estão naquela chapa. E não estou dizendo isso porque estou do outro lado, digo porque sou guru. Serei cobrado se estiver errado, é minha profissão. Na eleição nacional, Serra vence e a volta do PSDB será triunfal.

E para a sua eleição, você fez previsão?
Tem uma pessoa com quem eu me consulto há 20 anos, e ela comigo. Então fui ouvi-lá e ela disse que vou ganhar. Mas a curiosidade mata, não é? Então, eu fui consultar as minhas próprias cartas, e deu a mesma coisa. Aí, meus orixás incorporaram e também disseram que eu vou ganhar. Mas é muito ruim ouvir essas coisas. Porque a responsabilidade aumenta. É perigoso, pode acomodar. Se tivesse negativo, você se motivaria para crescer. Agora, não posso acomodar, viciar no que já existe, tenho que buscar projetos.

Fonte: Terra

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Bruxo paranaense prevê virada de Serra

Deixe o seu comentário