Redes sociais revelam orgulho e preconceito em relação ao Nordeste

Camila Campanerut

Trocas de mensagens pela rede social Twitter e em blogs sobre a vitória de Dilma Rousseff (PT) na disputa presidencial revelaram orgulho e preconceito em relação ao Nordeste.

As discussões online foram tomadas por críticas de jovens de regiões distintas que trocaram mensagens com expressões de preconceito sobre a participação e a influência dos eleitores da região nos resultados do pleito deste ano.

A tag “#orgulhodesernordestino” foi um dos destaques nacionais do twitter no dia. Mensagens falavam positivamente da força do voto nordestino, considerando que foi graças à região que Dilma foi eleita. Ela recebeu votação maciça lá, mas, mesmo sem considerar o Nordeste, ela teria sido eleita (se fossem desprezados os votos e de seu adversário, José Serra, na região).

Como resposta ao “orgulhodesernordestino”, várias mensagens contra a região foram postadas na internet. No blog Diga Não à Xenofobia, por exemplo, há uma compilação de mensagens copiadas do Twitter em que as pessoas expressam preconceito contra nordestinos.

“Brasil podia ser dividido Atrasados retardados do Norte Nordeste e nós que queremos evoluir eles ficaram com a Dilma #orgulhodesernordestino” (sic), diz uma das mensagens.

A ideia do blog é mostrar os ataques mais recentes divulgados na internet sobre o tema. Usa erradamente a palavra xenofobia (preconceito contra estrangeiros) quando, na verdade, refere-se a bairrismo e preconceito.

“De que adianta ter #orgulhodesernordestino se nem civilização tem la? bando de burro, tem os piores ensinos e ganham esmolas do PT!!!” (sic), diz outra mensagem em referência ao Bolsa Família na região Nordeste, que é a maior beneficiada do programa do governo Lula de distribuição de renda.

Em resposta, alguns posts criticaram as escolhas de eleitores do Sul e Sudeste, como os paulistas que deram mais de um milhão de votos ao palhaço Tiririca. “Nordestino vota mal? quem foi mesmo que elegeu Tiririca?”, questionou um internauta.

Em contraponto, já há iniciativas de respostas como o blog militância ativa que defende e valoriza a possibilidade de o eleitorado nordestino ter sido relevante para a vitória petista.

Sempre admirei os Nordestinos, um povo com capacidade de superação e muita inteligência. Vejo na Internet um preconceito podre contra o povo nordestino, e me enojo cada vez mais com uma direita eletista (sic), digna do neonazismo. Para ser nordestino tem de ser cabra macho, nordestino convive com a seca, mas tem abundância na alma, nordestino pode viver em condições adversas, mas faz verso no lutar, o nordestino é a alma do povo brasileiro, é do forró a emoção, é do axé da bahia a diversão”, argumenta um dos autores logo no topo da página do blog.

Fonte: UOL

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Redes sociais revelam orgulho e preconceito em relação ao Nordeste

Deixe o seu comentário