Meu Cristo é (de) concreto

Construção de imagens de Jesus Cristo alegram líderes de igrejas, mas  geram críticas de suas comunidades.

Estátua católica

Na Polônia está sendo finalizada aquela que em breve será a maior estátua de Cristo do mundo. A nova imagem de concreto mede 36  metros de altura e a extensão dos braços é de 24 metros. Ela vai superar o Cristo de La Concordia (Bolívia, aprox. 34 metros) e o Cristo Redentor (Brasil, aprox. 33 metros). Assim como as outras grandiosas imagens de Cristo, a estátua polonesa é totalmente branca, o diferencial é a sua a coroa dourada.

O responsável pelo projeto é o padre Sylwester Zawadzki,  da paróquia da Divina Misericórdia, em Swiebodzin, cidade de 40 mil habitantes perto da fronteira com a Alemanha. “Minha primeira vocação foi ser padre. A segunda foi construir esta estátua”. “É a obra da minha vida […] Será o maior catequista. A Europa precisa de catequistas como Cristo”, afirma Zawadski.

Os  trabalhos de montagem foram concluídos no início de novembro, depois que a primeira tentativa fracassou, porque o guindaste levado não tinha a força necessária para a tarefa. Calcula-se o peso total da construção em 440 toneladas. O projeto nasceu cerca de cinco anos atrás, quando o padre comprou um terreno de quatro hectares e começou a buscar patrocinadores para o seu projeto.

Porém, nem todos os moradores da cidade estão orgulhosos. Muitas pessoas, inclusive católicos praticantes, defendem que a ideia deveria ser abandonada. A preocupação começou quando uma pedra caiu, ferindo um trabalhador,  no momento exato em que a cabeça da estátua era colocada. Algumas pessoas afirmaram tratar-se de um sinal de desaprovação de Deus.

Além disso, engenheiros e especialistas garantem que o alicerce da estátua não é seguro, pois não está profundo o suficiente. Eles asseguram que dentro de 20 anos, no máximo, a construção irá ruir.  O padre responsável pela obra também tem sido acusado de pagar salários baixos aos trabalhadores, incentivando-os a trabalhar por devoção.

Estátua evangélica

Enquanto isso, em Monroe, estado de Ohio, Estados Unidos, a igreja evangélica Solid Rock iniciou os preparativos para a construção de uma nova estátua de Cristo. Em 2004, a igreja já havia gastado 250.000 dólares para edificar uma estátua apelidada de “Touchdown Jesus”, pois lembrava o gesto típico dos árbitros quando um dos jogadores de futebol americano faz um touchdown, pontuação máxima do esporte.

Esculpida apenas da cintura para cima e com os braços levantados, a imagem foi destruída em um incêndio em junho. Um raio atingiu a estátua de 62 metros de altura e tudo o que restou foi a armação de aço queimada.

Um novo monumento, idealizado pelo artista local Tom Tsuchiya será erguido no local. Uma representação mais tradicional de Cristo, com pouco mais de 17 metros de altura, será colocada sobre uma base rochosa de 5 metros que avança sobre as águas do lago (reprodução abaixo).

A nova figura foi batizada pelo seu criador de Lux Mundi, expressão em latim que significa “Luz do Mundo”. A ideia é fazê-la com os braços estendidos, como se estivesse chamando as pessoas para ele. “Projetei a estátua com o Sermão do Monte, do evangelho de Mateus, em mente”, disse Tsuchiya.

Por precaução, os materiais utilizados na construção serão a prova de fogo e contará com um moderno sistema de para-raios, explica Steve Brauch, técnico responsável pela obra.

Muitos  moradores da comunidade tem criticado a igreja, por entenderem que o dinheiro deveria ser gasto com os pobres em vez de uma nova estátua.

“Sentimos que isso é algo para a comunidade. É um lembrete para que as pessoas escutem as palavras de Jesus: ‘Vinde a mim'”, defende-se Darlene Bishop, co-pastora da Solid Rock.

A substituição será inteiramente paga pelo empresa que fez o seguro da antiga estátua. A igreja não está arrecadando fundos para isso, mas o custo do projeto não foi divulgado.

Agência Pavanews. Com informações de R7, Sapo e Cincinnati.com.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Meu Cristo é (de) concreto

Deixe o seu comentário