O menor computador do mundo

Nanocomputador colocado sobre uma moeda de 1 centavo de dólar

Professores do departamento de engenharia elétrica e ciência da computação  da Universidade de Michigan anunciaram a criação do primeiro computador completo em escala milimétrica. Esse protótipo de nanotecnologia é um medidor de pressão ocular, que pode ser usado por pessoas que sofrem de glaucoma. Com apenas um milímetro cúbico de tamanho, pode ser implantado diretamente no olho do paciente.

A “máquina” possui um microprocessador de voltagem  ultra-baixa, um sensor de pressão, memória, bateria ultra-fina, célula de captação de energia solar e um  transmissor sem fio com antena capaz de enviar os dados coletados pelo chip para um dispositivo externo.

Criado pelos professores Dennis Sylvester e David Blaauw, o computador já é a terceira geração do chip Phoenix, desenvolvido por eles. Seu consumo de energia é mínimo, ficando em modo de hibernação grande parte do tempo. A cada 15 minutos o sistema inicia, mede a pressão e se desliga, gastando em média 5,3 nanowatts. Sua bateria pode ser carregada com 10 horas de exposição à luz interna ou 1 hora e meia de luz solar. Sua memória armazena informação das medições de até uma semana ininterrupta.

Porém, ainda deve demorar para ser comercializado. É necessário primeiramente aprimorar a tecnologia para que possa “conversar” com outros aparelhos iguais a ele. Assim, dentro de alguns anos a medicina poderá implantar vários deles para monitorar diversas funções vitais. Isso pode significar uma revolução na maneira como recebemos tratamento médico.

Agência Pavanews, com informações de Slashgear.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for O menor computador do mundo

Deixe o seu comentário