“Sou do povo de Javé, tenho o dom de acreditar”

Carnaval combina com Bíblia? Para a Pérola Negra, de Vila Madalena, a resposta é sim. Em 2011, eles inovaram, decidindo usar como tema uma figura fundamental para as três religiões monoteístas do planeta: judaísmo, cristianismo e islamismo.

Os cerca de 3.200 componentes da escola estão divididos em 23 alas, que cantarão o samba-enredo “Abraão, o patriarca da fé”. Acompanhados  de cinco carros alegóricos, os foliões vão lembrar  passagens da vida de Abraão: desde quando Deus o manda deixar sua família e sair em busca de Canaã, até a destruição de Sodoma e Gomorra.

“Esta é uma passagem bem polêmica, porque fala de homossexualidade”, explica André Machado, o carnavalesco da Pérola Negra, que explica sua motivação. “A gente imaginou que as pessoas tinham se afastado muito de Deus. Abraão foi a primeira pessoa a acreditar em Deus, em um Deus único. Daí o tema. A Bíblia já foi citada em alguns desfiles e a Mangueira já tinha falado de Moisés. Mas esta é a primeira vez que uma escola de São Paulo escolhe um tema da Bíblia como enredo”, orgulha-se Machado.

Ele conta que o tema foi sugerido pelo diretor de marketing da escola, Jairo Roizen, que é judeu.

O católico Machado gostou da ideia, que foi aprovada pelo restante da comunidade. “Todo mundo abraçou. No barracão, tem gente da umbanda, tem mórmon, tem evangélico… Tem até culto da Renascer encerrando com o nosso samba”.

Por isso, nada de nudez na avenida. A escola deve apresentar fantasias comportadas, condizentes com a história bíblica. Até a madrinha de bateria Nanda Lisboa (foto), atriz da Rede Globo, deverá conter a ousadia típica do Carnaval. “Ninguém vai ficar nu no nosso desfile. Fizemos uma pesquisa das roupas de época e todo mundo estará vestido”, encerra o carnavalesco.

A comissão de frente terá como mote “Abraão e o chamado de Deus”, em que o patriarca hebreu é representado por integrantes da escola, assim como sua mulher Sara, Ló, três anjos e pessoas do povo que o seguiu. O primeira e o segundo setores da escola tratará de sua viagem até o Egito.

Ensaio da escola

O abre-alas é “Canaã, a terra prometida”, seguido de “O fausto do Egito”, “Sodoma e Gomorra”, “A oferenda do filho da promessa” e “Abraão e a paz entre os filhos de fé”. A segunda ala será formada por 60 judeus, incluindo o ator e cantor Gilbert, que encarnará Abraão. A bateria virá vestida como “O povo de Javé” e os trajes das baianas simbolizarão a paz entre as três religiões que têm em Abraão o seu patriarca.
Agência Pavanews, com informações de TerraExtraYahoo Notícias.

A letra do samba-enredo “Abraão, o patriarca da fé”:

Pela fé de Abraão
Pérola Negra vem cumprir sua missão
Divina luz que ilumina
O meu samba em procissão
Levanto as mãos pro céu
E agradeço ao criador
Eu vou… abençoado rumo à Canaã
Esperança, um novo dia
No Egito meu afã
Oh, Deus pai!
Nossa aliança se renova a cada manhã
Ao forjar o fato, um ato de amor
Enfrentei barreiras, luxúria e ambição
Na busca da tua verdade
Em prova toda a minha devoção
Oh, meu senhor, que conduz meu caminhar
Sou do povo de Javé, tenho o dom de acreditar
Em minhas mãos adoração e sacrifício
O meu destino sob a luz do seu olhar
Fé na palavra sagrada
Que me dá força nessa jornada
Fonte de sabedoria
A paz que brilha dessa joia rara
Glória no caminho da vitória
Fiéis seguidores em comunhão
O seu legado ficará perpetuado
Num mundo de amor, num só coração
A Vila Madalena canta em oração
Pela fé de Abraão
Pérola Negra vem cumprir sua missão
Divina luz que ilumina
O meu samba em procissão

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for “Sou do povo de Javé, tenho o dom de acreditar”

Deixe o seu comentário