Loja de móveis troca produtos por boas ideias

Publicado originalmente pela revista ÉPOCA

Uma loja de design de móveis norte-americana resolveu criar um jeito inusitado de vender: em vez de pôr um preço em seus produtos, criou um sistema de trocas em que o comprador oferece algo que saiba fazer – uma habilidade, uma iniciativa, algo que tenha em sua coleção pessoal – como forma de pagamento em qualquer um dos produtos. O Swap Meet (Encontro de Trocas), como eles estão se referindo ao projeto, só está disponível para compras pelo site. 

“Este site foi criado para ser divertido, interessante e ser também um lugar para se comprar móveis bacanas por nada mais que ideias criativas. O conceito é simples: você faz uma oferta criativa; algo que você possa fazer, criar ou prover em troca de uma peça específica de móvel”, dizem os criadores do conceito. 

Os arquitetos dessa loja são três amigos da época de faculdade que perceberam que aquilo que lhes era acessível eles não gostavam e aquilo de que gostavam não lhes era acessível. Desse problema, resolveram abrir uma loja em que criassem móveis modernistas, trabalhados, mas que fossem acessíveis ao público em geral. Indo um passo além, resolveram experimentar não cobrar um preço real em suas peças, mas simplesmente pedir aos consumidores que lhes fornecessem capital intelectual ou suas próprias criações. 

Apesar de ser uma espécie de brincadeira com o conceito de compra e venda, os arquitetos da loja estão sérios na venda – todos que tiverem uma oferta aceita receberão, de fato, o móvel que queriam, não importando o preço, desde que paguem com o que quer que seja que tenham oferecido. “Lembre-se, se uma oferta for aceita, constitui um contrato válido e, então, esperamos que você mantenha sua parte da barganha”, diz o regulamento da venda. 

Entre as ofertas mais curiosas feitas, estão um pote de urina comprovadamente saudável, uma proposta de se dançar imitando uma minhoca, o molde de um par de pernas femininas e aulas gratuitas de esgrima. Apesar disso, os arquitetos alertam: antes de serem aceitas e colocadas no site, todas as propostas são lidas e avaliadas; nos termos criados por eles para as trocas fica especificado que brincadeiras de mau gosto – como ofertas sexuais ou de abuso de animais – serão recusadas. 

É claro que nem só coisas estranhas aparecem, e a loja já conseguiu fechar alguns acordos interessantes. Um comprador se ofereceu para ajudar no site; outro deu aos arquitetos um jantar em uma churrascaria cara, com tudo pago. Alguns compradores ofereceram até atos altruístas: um deles ofertou a doação de 115 quilos de comida para gatos e cachorros a uma instituição que cuida de animais abandonados, tudo isso em nome da própria loja. 

Por enquanto, o sistema de trocas estará disponível apenas para cidadãos dos Estados Unidos. Quem quiser participar deve acessar o site da loja e mandar sua oferta até 11 de março, quando terminam as vendas por esse sistema.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Loja de móveis troca produtos por boas ideias

Deixe o seu comentário