“Ando louco com saudade da sua coisa peluda”

.
.

.
Uma das referências musicais do nosso país, Graciano Saga, depois de longos anos em terras francófonas, sempre foi um dos artistas mais aclamados nas comunidades, que um pouco por todo o mundo levam a língua e a cultura portuguesa.

“Vai, vai com Deus” é o mais recente trabalho a ser editado por Graciano Saga, onde mais uma vez somos surpreendidos pela intensidade da interpretação de temas que traduzem o sentimento da saudade, palavra inexistente noutros vocabulários mas que em qualquer lugar do mundo, escutando os temas de Graciano Saga, é imediatamente identificado.

Em todos os seus temas, Graciano, dá corpo e alma a factos da vida que de uma ou outra forma são reais. Talvez por isso mesmo, este interprete de excepção seja para os seus fãs e admiradores uma referência na música portuguesa.

“Vai, vai com Deus” é um álbum cheio de sentimentalismo, nostalgia e amor, não fosse essa a fórmula encontrada por Graciano Saga para nos falar dos temas que nos afligem no dia a dia.

texto do site Portuguese Music World.

entre as várias faixas do CD “repleto de amor e nostalgia”, confiram aquela em que o aclamado artista desfi(l)a seu amor pelas mulheres que cultivam um “jeito Cláudia Ohana” de ser. no século passado, por supuesto

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for “Ando louco com saudade da sua coisa peluda”

Deixe o seu comentário