“Sou muito apegada a Deus, tive sua ajuda”, afirma 1ª Miss Penitenciária do Brasil

Publicado orginalmente por Isadora Gasparin, no Terra

Presa por homicídio, Rebecca Rhaysa Santos Leite Peixoto Guedes, 19 anos (foto), foi eleita na noite desta sexta-feira a primeira Miss Penitenciária de Pernambuco. Ela venceu 11 presas na primeira edição do concurso. “Estou muito feliz, curtindo os flashes, saindo na televisão”, disse ela após ser coroada.

“O concurso foi muito competitivo. Todas são muito bonitas também, mas eu sou muito apegada a Deus, então acho que tive uma ajuda”, afirmou Rebecca após a premiação. A candidata disse que estava bastante nervosa para os desfiles da noite (traje de gala e passeio) e que teve um dia “tumultuado no salão de beleza”.

A vencedora afirmou também que foi sua primeira vez em um concurso de beleza, mas que fez um curso de passarela aos 14 anos. Questionada sobre o que faria com o prêmio de R$ 1 mil, Rebecca não hesitou: “vou comprar muita roupa para deixar na minha casa para quando eu sair (da prisão)”. A vencedora também ganhará um curso profissionalizante.

Presa por tráfico, Juana Dark, 26 (foto), ficou em segundo lugar e receberá R$ 500. Para chegar à final, as 12 candidatas passaram por uma seleção que analisou critérios de bom comportamento, testes de conhecimento e avaliação da beleza entre 90 inscritas.

O evento foi realizado pela Secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSDH), por meio da Secretaria Executiva de Ressocialização

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for “Sou muito apegada a Deus, tive sua ajuda”, afirma 1ª Miss Penitenciária do Brasil

Deixe o seu comentário