Como ser alguém mais criativo (2)

.

Texto de Donald Miller publicado originalmente no blog dele

Leia a parte 1 aqui.

A pessoa criativa está pronta quando a sorte aparece

Toda pessoa criativa bem-sucedida tem amigos que pensam que ela está com sorte. Eles conheceram um marqueteiro famoso numa cafeteria, ou algum empregado de um apresentador de TV estava lendo seu livro e o patrão viu etc. A verdade é que seus amigos estão certos. Elas deram sorte. Todo mundo tem sorte. A sorte é como o vento, vem e vai, e faz coisas loucas acontecerem aleatoriamente. Mas se você não se dedicar horas e horas produzindo, conhecer um marqueteiro não irá lhe ajudar. A menos que você tenha algo para mostrar, não interessa se alguém famoso quer lhe conhecer. A sorte favorece os preparados.

Não se preocupe com a sorte. Você não pode fazer nada para mudar o vento e não pode fazer nada para mudar sua sorte. Tudo o que pode fazer é trabalhar. Tudo o que pode fazer é criar, e deixar o seu trabalho tão bom que será reconhecido assim que “o acaso” acontecer.

A pessoa criativa sabe do que gosta e do que não gosta

Uma pessoa criativa está acostumada a fazer experiências. O resultado do seu empenho ao longo dos meses depende de como você gasta o seu tempo hoje. Sem dúvida, há uma grande pressão para que você aproveite bem o seu tempo. Dedique-se ao que gosta e tudo ficará mais fácil

A pessoa criativa se livra das distrações

Isso é algo difícil de falar porque a maioria de nós pensa que deve amar a todos e estar sempre disponível. Mas a verdade é que se você for acessível a todos, o tempo todo, acabará se desgastando. Deus não criou você para nunca dizer não. Pelo contrário, ele o fez com limitações, e você precisa administrar essas limitações.

É triste, mas há pessoas que são distrações para nós. Elas sugam sua energia, pouco a pouco, elas o usam, fazem você se sentir envergonhado ou culpado quando não lhes dá o que querem.

Se for possível, ou seja, se você não está casado com uma pessoa assim, o melhor é deixar de lado esse tipo de relacionamento. Não quero ser cruel com elas e dizer que elas são idiotas, mas você sabe quem são seus verdadeiros amigos e quem apenas o distrai em seu processo criativo. Toda relação saudável consiste em dar e receber.

Acho que não sou um amigo muito bom para esse tipo de pessoa. Elas me fazem sentir culpado, mas não me ajudam de maneira recíproca. Algumas dicas para identificar uma pessoa que pode ser apenas uma distração na sua vida:

1. Você geralmente se sente um pouco culpado ao ficar perto delas. Analisando friamente verá que não aprendeu nada e ainda se machucou nessa relação.

2. Elas em geral procuram ter relações de curta duração.

3. Elas machucam as pessoas e fazem coisas ruins, mas sempre culpam os outros.

4. Elas não fazem você se sentir bem em relação a si mesmo ou a seu trabalho.

As pessoas que só lhe causam distrações podem mudar, mas a única maneira de isso acontecer é quando percebem que seus argumentos não funcionam mais. Se você deixá-las ficar perto de você, não as estará ajudando a mudar.

Como uma pessoa criativa lida com as críticas

Muitas pessoas criativas deixam de criar porque temem as críticas. Talvez alguma vez tenham criado algo, pensando que seriam incentivadas, mas depois de ler ou ouvir alguma crítica se decepcionaram. Pensando que estavam sendo tratadas injustamente, ficaram com medo de voltar a criar e ser criticadas novamente.

Todas as pessoas criativas são criticadas em um momento ou em outro. Há muitas pessoas que não conseguem criar nada, mas usam suas críticas ao que os outros fazem para receber a atenção que desejam. Não estou falando de críticas construtivas, como um professor que critica o trabalho de um aluno. Estou falando sobre a crítica moderna, que circula livremente na internet e nos faz lembrar as birras de crianças mimadas.

Isso pode incomodá-lo num primeiro momento, mas você deve passar por isso para amadurecer e saber que esse é o preço pago pela criatividade e a inovação.

A pessoa criativa resiste ao desejo de criar algo quando está com raiva

Quando você é criticado, pode querer criar algo apenas para provar seu valor ou para responder aos seus críticos. Lembre-se de que você produz coisas para as pessoas que gostam do seu trabalho, não para aqueles que não gostam. Sim, há bons motivos para ficar zangado, mas não deixe que essa raiva influencie a sua criação.

Toda pessoa criativa se torna um professor, um modelo, que colabora para apontar uma direção a todos que interagem com o seu trabalho. Há muitos pais que não assumem suas responsabilidades de pai, justamente porque têm medo dessa responsabilidade. O mesmo acontece com algumas pessoas criativas. Elas criam, mas não querem assumir a responsabilidade por aquilo que fizeram.

Dito isto e crendo que a maioria das críticas são injustas, procure focar sua criatividade em coisas positivas. Sempre que faz algo de bom, filtra toda a raiva direcionada a você. O público sabe quando você cria algo bom. Isso fica na consciência deles, que não precisam de sua raiva mas, sim, do que você tem de melhor.

Tradução: Jarbas Aragão

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Como ser alguém mais criativo (2)

Deixe o seu comentário