Facebook x Twitter: Quem é mais influente?

Publicado originalmente em Knight Center

Qual a melhor maneira de divulgar o seu texto na internet? Qual botão você acha mais relevante: o “Retuite” do Twitter ou o “Curtir” do Facebook?

Enquanto os jornais se voltam para as mídias sociais, na tentativa de manter e até aumentar seu número de leitores, o Mashable analisou o comportamento dos usuários no Facebook e no Twitter, para determinar quantas pessoas realmente leem o que é divulgado nas duas redes sociais.

Com base em informações referentes a três meses, o Mashable descobriu que os usuários do Twitter estão mais propensos a divulgar um texto sem ler, enquanto os do Facebook acessam mais textos do que divulgam. O resultado? Os links postados no Facebook são nove vezes mais acessados do que os no Twitter.

Os resultados, embora se apliquem apenas ao conteúdo do Mashable, corroboram levantamento do site Eventbrite, segundo o qual as recomendações de um conteúdo no Facebook são mais lucrativas do que os tweets. Pela análise apresentada, um tuíte valeria em média 80 centavos de dólar, enquanto um curtir no Facebook valeria US$1.34.

O Yahoo Labs também divulgou um relatório recentemente com uma análise da interação entre os 45 maiores sites de informação e as mídias sociais. De acordo com o levantamento, o jornal The New York Times é o mais popular nas redes sociais, com 2,3 milhões de recomendações no Facebook por mês, numa média de 400 por texto. Em geral, são 10 recomendações a cada mil pageviews. Além disso, 80% das recomendações são feitas nas primeiras 24 após a publicação do material. O artigo do Wall Street Journal “Why Chinese Moms Are Superior” (Por que as mães chinesas são superiores) bateu o recorde de 340,000 “curtir”.

Os editores que pretendem atrair os leitores via buscas na internet devem saber que as palavras “como,” “por quê” “melhor” e “futuro” estão relacionadas a um alto número de recomendações no Facebook.

Os resultados de levantamentos como esses explicam por que o sistema de cobrança pelo acesso ao site do New York Times, que entrou em vigor no final de março, ainda permite que leitores acessem o conteúdo do jornal gratuitamente a partir de links no Facebook, no Twitter e em blogs.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Facebook x Twitter: Quem é mais influente?

Deixe o seu comentário