Cubismo mágico

Quando o professor e arquiteto Erno Rubik inventou o Cubo de Rubik em 1974, provavelmente não tinha ideia que ele se tornaria o quebra-cabeça maior venda de todos os tempos. Calcula-se que foram mais de 350 milhões de unidades vendidas em todo o mundo. O brinquedo original, também chamado de Cubo Mágico, tem mais de 43 quintilhões diferentes configurações possíveis e apenas uma solução.

Agora, mais de 35 anos depois, o bloco multi-colorido está sendo usado para fazer mosaico retratando imagens de celebridades e outros ícones da cultura pop. Uma forma distinta de arte, onde a tela e as tintas são inseparáveis!

O Cube Works Studio é um estúdio de design de Toronto, Canadá, especializada na criação de arte em grande escala e imagens usando apenas os cubos de plástico. A arte é criado por sofisticados programas de computador que usam algoritmos baseados em fotografias dos indivíduos. Cada cubo é girado manualmente, até que cada “pixel” esteja no lugar certo!

Algum tempo atrás, a equipe canadense estabeleceu um recorde mundial ao criar o maior quadro do mundo feito de cubos mágicos, uma versão da ‘Última Ceia’, de Leonardo da Vinci, medindo mais de 5,5 metros de largura e mais de 3,5 metros de altura. A peça, composta por 4.050 cubos, perdeu no início deste ano o posto para uma reprodução de “A criação do homem”, de Michelângelo, composta por 12.090 cubos, feita pelo Cube Works Studio. E o estúdio pretende reproduzir todo o teto da Capela Cistina numa obra que utilizará cerca de 250.000 cubos.


via Crispy Nuggets. Tradução de Agência Pavanews

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Cubismo mágico

Deixe o seu comentário