Mulheres preferem ser cegas a gordas, segundo pesquisa

As companhias influenciam na obesidade. Foto: Getty Images
Texto publicado originalmente no Terra

.

Após entrevistar 100 mulheres e perguntar se prefeririam ser obesas ou ter uma entre 12 condições socialmente estigmatizadas, pesquisadores norte-americanos da Arizona State University se surpreenderam ao constatar que seis mulheres escolheram a cegueira à gordura, enquanto outras optaram pelo alcoolismo, contaminação por herpes e depressão em lugar do sobrepeso, como destacou o Daily Mail.

A intenção dos pesquisadores era descobrir se o pensamento e atitude das mulheres frente à obesidade influenciaria na criação de um network de mesmo peso e, para isso, conversaram com 812 amigos e familiares destas mulheres, constatando que a probabilidade de a participante se tornar obesa aumenta se alguém muito próximo estiver acima do peso.

“Quando você vê que a obesidade cresce entre familiares e amigos, cresce a importância de questionar como isto está acontecendo”, disse Daniel Hruschka, líder da pesquisa, explicando que agora poderão, baseados no que as pessoas fazem juntas, atacar a obesidade, que é um problema de saúde pública, pois a companhia é importante tanto para engordar quanto para emagrecer.

O porta-voz do Fórum Nacional da Obesidade, Tam Fry, declarou que acha extraordinário que as mulheres prefiram a cegueira à obesidade. “Me impressiona apenas que um estudo acadêmico nos diga o que está claro: que pessoas tendem a socializar com gente de mesmo tamanho e com semelhanças nos hábitos alimentares e de exercícios. Acredito que as pessoas não precisam abandonar seus amigos e parentes obesos, mas sim se juntar a eles na busca de atividades físicas e alimentação saudável para a perda de peso”.

Foto: Getty Images

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Mulheres preferem ser cegas a gordas, segundo pesquisa

Deixe o seu comentário