Lady Gaga: “Que as suas identidades sejam sua religião”

Caros Monstros,

Que as suas identidades sejam sua religião.

Estou muito honrada e orgulhosa de ser a editora-chefe do jornal Metro por um dia. Não só porque posso falar diretamente com vocês, mas porque quero iluminar a voz poderosa da minha geração e deixar que fale por si mesma. Monstrinhos não são fãs; são uma cultura que existe completamente fora da música pop.

Eles são a sua própria religião. São uma raça dentro da raça humana. A liberdade e a natureza sem preconceitos do Monsterball e daqueles que adoram Born this way se alastram e começam a viver fora dos muros da arena e da lista das mais tocadas.

Não falo isso com arrogância ou com a intenção de me apropriar dessa comunidade (pois de fato eles criaram sua voz, não eu), mas gostaria de aproveitar a possibilidade de que bondade, mobilização e cultura pop podem expandir as fronteiras do amor e da aceitação. Somos todos diferentes, e é esse fato que nos torna iguais.

De uma forma mais básica e científica, nosso “jeito”, assim como nascemos, seria definido como procriação celular, como interpretei teatralmente em muitas das minhas performances. Então, se analisássemos essa fórmula básica poderíamos dizer de forma simples que nascemos não só uns dos outros, mas também somos feitos uns dos outros, e feitos para crescer juntos. O amor é o ingrediente mágico da vida.

Nesta edição, nomeei embaixadores Monstros para representar cada país ao redor do mundo [do jornal] Metro. Pedi a eles que pesquisassem, escrevessem e identificassem quais problemas pertinentes a igualdade e justiça social mais afetam suas regiões. Incluí gráficos, tabelas, comentários, pesquisas e artigos inspirados e gerados por Monstrinhos.

Publicamos ainda textos com uma visão anti-bullying e que estimulam a união por meio de nossas lutas humanas comuns. O Metro e eu convidamos aqueles que talvez ainda não tenham sido afetados por esses desafios a ajudar a agir como uma força cuidadosa e compassiva junto aos necessitados.

Seja você mesmo, ame quem você é e orgulhe-se. Você nasceu assim, baby.

Lady Gaga

Editorial de Lady Gaga em 17 de Maio para o jornal canadense Metro.

Tradução: Gustavo K-fé

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Lady Gaga: “Que as suas identidades sejam sua religião”

Deixe o seu comentário