Assinantes de canais eróticos são pais de família

Keila Jimenez, na Folha de S.Paulo

Assinantes de canais eróticos são pais de família, discretos e que gostam de ver pornografia em casa.

Esse é o retrato de uma pesquisa recente realizada com assinantes pela Playboy do Brasil, programadora de canais eróticos da TV paga como Sexy Hot e Private.

Desenvolvida pela Quantas, que faz estudos para o mercado, a pesquisa, que envolveu mil participantes em São Paulo, Rio, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e Campinas, mostrou que 91% das pessoas preferem ver conteúdo erótico em casa.

Dos entrevistados, 61% disseram que preferem ver canais eróticos ao lado do companheiro (a) e 76% afirmam que canais adultos ajudam a apimentar a relação do casal.

A pesquisa também revela uma faceta interessante dos assinantes de conteúdo erótico: a maioria não é composta por solteirões solitários. Os dados mostram que 83% dos assinantes são casados ou estão em um relacionamento fixo há mais de cinco anos.

Esse time também é composto por papais: 54% dos assinantes têm filhos, com destaque para aqueles com crianças menores de 11 anos.

Discrição também é importante para esses clientes: 74% deles declararam na pesquisa que a privacidade é essencial na assinatura de canais eróticos.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Assinantes de canais eróticos são pais de família

2 Comentários

  1. debora disse:

    assim como 50% dos homens que traem sua mulher com travesti são casados kkkk

  2. Sergiogleria disse:

    A sexualidade humana é extremamente reprimida. Os filmes com cenas de sexo são chamados de “pornográficos” e todos assistem escondidos. Parece que nossos pais, professores, religiosos e amigos não tem e não fazem sexo. Libertem-se !!! A sexualidade é bonita, livre e faz parte da saúde física, mental e espiritual do ser humano !!!
    Sérgio Gléria

Deixe o seu comentário