Madson diz que paciência esgotou e que Atlético-PR precisa de ‘pastor para orar’

Publicado no UOL

Considerado o melhor jogador do Atlético-PR, no empate sem gols com o Avaí, sábado à noite, o meia Madson não usou de meias-palavras para avaliar a situação do time no Brasileiro. Para ele, a falta de gols já está exigindo a intervenção de “um pastor” e não dá mais para pedir paciência porque ela já esgotou.

“Tem que trazer um pastor para orar aí porque falta de oportunidade não foi. A capacidade do nosso time é alta. O Atlético tentou e a bola não entrou. Não vou falar em paciência, porque já esgotou. Ninguém quer ficar nessa situação e jogar em casa com a pressão da torcida”, disse o meia.

Depois mais um resultado negativo, o time rubro-negro segue na lanterna do campeonato, exibindo um péssimo aproveitamento: nenhuma vitória, em nove jogos, apenas dois gols marcados e somente dois pontos somados.

Segundo Madson, a situação desesperadora no time na competição contribui para que os gols não saiam.  “A equipe foi bem, trocamos passes, fizemos tudo direitinho. Na hora de fazer o gol bate a ansiedade, aquela coisa de ter que fazer o gol e a bola acaba não entrando”, declarou.

Apesar da dura avaliação, o jogador mostra-se otimista com o futuro do time. “Achei que o time está de parabéns, se continuarmos assim uma hora a bola vai ter que entrar e começaremos a conquistar as vitórias”, comentou.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Madson diz que paciência esgotou e que Atlético-PR precisa de ‘pastor para orar’

Deixe o seu comentário