Mulheres acham videogames melhor que sexo

Publicado originalmente em Technoblog

Se a presença feminina não é exatamente das mais altas no universo dos gamers hardcore, pelo menos no mundo dos jogos na rede a distribuição entre homens e mulheres é bastante equilibrada, mostra pesquisa liberada na segunda-feira.

Realizada a pedido do salgadinho Doritos para promover um novo jogo casual, o levantamento foi realizado junto a 2.052 internautas dos EUA revelou que 49% das entrevistadas costumam se entreter com jogos na rede, contra 50% dos homens. Segundo os números, elas costumam usar 23,1% de seu tempo na rede com jogos, enquanto os rapazes gastam 22,3% de seu tempo.

As possíveis preocupações da audiência masculina começam quando outros números mostram que 84% delas dizem que “gostam” de jogar na rede, quando 75% dizem que também gostam de tomar banho, 71% de fazer compras e “apenas” 70% de fazer sexo – mas pelo menos nenhuma disse que trocaria uma noite de Farmville na rede por uma noite quente com seu amado. Falando nisso, 17% das garotas dizem que costumam jogar no conforto de suas camas.

Piadinhas à parte, os números quebram o velho tabu de que as mulheres não são tão engajadas quanto homens em jogos na rede – independente que for Angry Birds ou World of Warcraft. “Jogos sociais e móveis são tremendamente populares e a pesquisa mostra sua popularidade entre ambos sexos”, finaliza o diretor de marketing da Doritos, Hugo Amos.

Com informações: ForbesMCV

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Mulheres acham videogames melhor que sexo

Deixe o seu comentário