Clube de swing é fechado e dono afirma que se tratava de sua igreja

PlaygroundFlier.jpgAgência Pavanews, com informações de Dallas Observer e WFAA

Liberdade de culto é uma questão polêmica em alguns países. Esta semana a polícia de Dallas, Texas, fechou os clubes Darkside e Playground (foto ao lado), dirigidos por Glenn Hudson.  Ao ser preso, Hudson mostrou aos policiais uma autorização para ter naquele espaço uma igreja. Além disso, afirmou ser um sacerdote formado por um site da internet.

Ele alega que trata-se de “perseguição religiosa” e afirma ser inocente. Hudson diz que a polícia viola seus direitos constitucionais. E afirmou aos repórteres: “Primeira Emenda da Constituição, minha liberdade de religião. Só porque eles não concordam com o que acreditamos [fizeram isso]. Após dar a bênção aos presentes no tribunal, saiu sem mais declarações.

Não é a primeira vez que Hudson responde por crimes como prostituição, tráfico humano e abuso de menores.

Policiais a paisana visitaram o local dias antes e testificaram que é cobrada entrada e que o local é frequentado por solteiros e casais, há shows de striptease e quartos que podem ser alugados num prédio anexo. Além disso, há venda de drogas e, em ocasiões especiais, há mostra de produtos eróticos.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Clube de swing é fechado e dono afirma que se tratava de sua igreja

Deixe o seu comentário