Dica da semana: Tirar o cristianismo da reta

Thiago Bomfim, no Cristianismo Xique

Eu sei que não é novidade, mas eu vou relembrar, já que vários ímpios acessam este blogue: o cristão é um criatura perfeita. O sangue lavado e remido de Jesus já limpou toda a safadeza ou incoerência que é comumente encontrada nos outros humanos ainda não convertidos.

Anders Behring BreivikPor isso, não devemos nunca imputar a um cristão genuíno nenhuma falha ou pecado. Existe um mecanismo, criado por alguém aí, que instantaneamente desconverte qualquer pessoa que se declara cristã quando esta, de alguma forma, contraria os ideais que Cristo ensinou com exclusividade para o seleto remido grupo.

Vamos a um exemplo prático: este rapaz do massacre na Noruega, Anders Breivik, não pode ser mais considerado cristão. Primeiro, pelo fato de que o moço é um defensor de ideais políticos de extrema direita, coisa que nem de longe representa a disposição política do povo de Deus, é só lembrar os irmãos republicanos da América. Outra coisa: apesar de estar corretíssimo acerca dos perigos do islamismo, Breivik pecou por não ter evangelizado esse pessoal, pra salvar pelo menos cinco, que é a tolerância mínima anti-destruição que nós conhecemos muito bem da Bíblia.

Outro erro inaceitável: o rapaz, no seu manifesto levemente inspirado, criticou o Brasil, coisa que não se faz com uma nação de crescimento explosivo do número de evangélicos, dezenas de vezes ungida pela irmã Ana Paula Valadão.

E pra finalizar a minha defesa, no momento em que pôs em prática o seu plano maligno, o rapaz automaticamente esqueceu todos os ideias de amor de Cristo e, num breve instante, foi tomado pelo furor islâmico de destruição que, como todos sabemos, é exclusivo da ideologia mulçumana.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Dica da semana: Tirar o cristianismo da reta

2 Comentários

  1. Esse furor não tem a ver com os Islamicos, e sim da animalidade humana.
    Existe pelo menos 1 bilhao de Islamicos. Se todos fossem Homem-bomba ia explodir parte do planeta.
    O preconceito criado por ele ser cristão, é o mesmo que justificar que tem uma atitude Islamica..

  2. Andre1 disse:

    No islam, maomé até assassinou allah.

Deixe o seu comentário