“Nunca vou a festas porque sou evangélica e quero casar virgem”

Texto de Betty Milan publicado originalmente na Veja.com

Sou filha única e tenho um pai muito ciumento. Desde pequena ele me fez acreditar que homem não presta. Todo dia, depois da escola, ele me perguntava se algum menino tinha vindo falar comigo e achava graça quando eu respondia que bateria no menino. Comecei a namorar e beijei com 21 anos. Quando meu namorado foi pedir permissão para o namoro, meu pai foi educado com ele, porém ficou uma semana sem falar comigo. Eu me senti como se o estivesse traindo. Estou com 25 anos agora. Noivei, e as coisas pioraram. Não posso sair sozinha com o noivo. Com meus irmãos, meu pai não é assim, e a diferença de tratamento me revolta: “Solto meus bodes, mas prendo minha cabrita”.

Nunca vou a festas porque sou evangélica e quero casar virgem. Ou seja, não dou motivo algum para desconfiança. Às vezes, tenho vontade de morar sozinha e eu só não faço isso para não desapontar meu pai. Por outro lado, não quero casar só para sair de casa. Não pode ser assim. Estou sofrendo por causa do apego a meu pai. Gostaria que ele me levasse ao altar, mas não consigo visualizar a cena. Minha mãe, que deveria me ajudar, só atrapalha, dizendo que, se acontecer alguma coisa comigo, ele vai tirar satisfação com ela. Por causa disso tudo, eu me pergunto se vale a pena casar e só fico adiando a data.

Na infância, seu pai a ensinava a desconfiar do sexo oposto, ou seja, metade da humanidade. Pai nenhum tem o direito de fazer isso. Quando você ficou noiva, ele a tratou como uma traidora e depois a impediu de sair sozinha. Isso em pleno século XXI. E ele toma os seres humanos por animais, comparando os filhos aos bodes e a filha a uma cabrita. O ciúme não justifica a violência. Leia Otello, de Shakespeare, para entender o ciúme, um mal que se autoengendra e é mortífero.

Acho que só lhe resta renunciar à aprovação de um pai que não aceita sua liberdade. Procure um analista para encontrar uma maneira de se separar, e, se possível, sem romper. Quando uma situação não tem remédio, remediada está. E, se você de fato gosta de seu noivo, deve poupá-lo. Ele hoje está em uma situação particularmente difícil e pode não aguentar. O que seu pai, consciente ou inconscientemente, quer é isso.

como sempre, a área de comentários é uma atração à parte. ou não.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for “Nunca vou a festas porque sou evangélica e quero casar virgem”

8 Comentários

  1. casa com o cara se for o amor da sua vda, e larga mão de igreja evangélica, só atraza a vida das pessoas, experiencia própria

  2. Hugo disse:

    CARA ignorante… mas não faça como a maioria aê não que leva esse exemplo de TODOS os cristão.. 

  3. Convidada disse:

    Eu estou numa situação parecida, porém, menos complicada. Acho que você deve respeitar seu pai, mas se realmente o seu noivo é o homem da sua vida, se você o ama de verdade e ele te ama, CASA LOGO! Seu pai pode até ficar de mal com você por um tempo, mas se ele ver que você é feliz, vai passar a raivinha. Até porque é bíblico que a mulher vai se juntar ao seu marido e deixar os pais….
    Quer um conselho: pergunta pra Deus o que Ele quer pra sua vida!
    E que Ele te abençoe!

  4. Lendo os textos e comentários acima, me lembrei do jogador Kaká que se mantém virgem. Muitos outros homens também fazem o mesmo. Da mesma forma, algumas mulheres. Vi também o comentário de uma mulher dizendo como isso é belo e valoroso, especialmente porque hoje em dia isso é raro ou raríssimo, daí o valor maior que isto tem a cada dia. Creio que é uma opção sexual. Como opção sexual, também deve ser respeitada, assim como deve ser respeitado a decisão de quem quer manter relação sexual antes do casamento, pois cada um tem seu direito de escolha. Também não tem nada ver a questão relativa a bens, pensão e guarda de filhos com opção sexual. Quem quer bens ou renda mensal ou ambos devem correr atrás, seja homem ou mulher. É uma questão de dignidade. Penso que não faz bem para o ego de uma pessoa desacreditar em si mesma. Se um homem casa com uma mulher para ter os bens dela, como ele irá ter uma auto-estima boa? Assim, não tem nada a ver com opção sexual ou mesmo casamento, mas com trabalho o crescimento patrimonial e financeiro. Aliás, hoje em dia todos são capazes. Todos têm oportunidades. Alguns com mais dificuldades, outros com menos. Mas isso não é motivo para dizer que é impossível. Quanto à pensão, tendo filhos, todos são obrigados. Inclusive, na impossibilidade dos pais, os avôs são chamados, independentes de serem maternos ou paternos, ou seja, a obrigação não tem nada ver com o sexo. Enfim, não tem nada a ver com ser homem ou mulher, machismo ou feminismo. Opinião não paga conta alguma. Na maioria das vezes, é apenas passa tempo. O que conta é o dia a dia. A realidade é a melhor das opiniões. Quanto à pensão, esta tem a ver com possibilidade e necessidade. Os filhos precisam se alimentar independe de questões ou opções sexuais ou de qualquer outra filosofia. A verdade, como em todos os outros casos, é o dia a dia. Quando chegam as contas, nossas opiniões não contam. Temos que pagar e pronto. Quanto à guarda, tanto a presença do pai como da mãe, ambos são obrigados, sendo que a ausência de um deles traz conseqüências emocionais e sentimentais graves na formação das crianças. Muitos são os estudos e pesquisas comprovando as conseqüências que tanto a ausência do pai como da mãe traz para o futuro das crianças. Aliás, nem seriam necessários, pois, devido ao grande número de divórcios em nosso país, a maioria da população já sabe quanto mal traz a ausência dos pais na vida das crianças. Quanto à opção sexual, seja por que motivo for, é a decisão particular de cada um. Na verdade, é um direito de escolha. Está no principio das liberdades individuais. Assim, cada pessoa tem o direito e dever de ter fazer suas próprias escolhas e nesse direito inalienável ser respeitado. Trata-se de um direito inalienável porque, independente da sua escolha ser igual ao da maioria das pessoas, isto não quer dizer que elas estarão lá quando você sofrer o rompimento do seu casamento e você ver a infelicidade de seus filhos, as angústias, as dívidas chegando, etc., que deixam a impressão de que sua vida está destruída, não vai haver nenhuma opinião pública te salvando. Você vai se sentir sozinho e desamparado. Sua preocupação maior não vai ser com a divisão de bens ou com o pagamento de pensões, e sim com sua vida que caiu em desgraça. Vai descobrir que as pessoas que deram opiniões sobre o que seria certo pra sua vida não vão vir te ajudar quando seu casamento romper. Por isto, cada pessoa deve ouvir sua própria consciência e decidir o que é melhor para si, independe de qual é a opinião que está em voga, sobretudo porque, como disse acima, quando sua vida virar um inferno, mesmo que tenha seguido a opinião da maioria das pessoas, quando estiver em ruína, ninguém vai aparecer para te apoiar. Outra coisa, mesmo que tenha feito sexo com um número enorme de pessoas, ninguém vai parecer pra te ajudar, seja homem ou mulher. Ter experiência sexual e curtido a vida, também não vai te ajudar em nada. Talvez só te cause um grau de culpa maior e arrependimentos. Por isto, a meu ver, o jogador Kaká, que deve ser muito assediado, devido ao seu status financeiro, está correto porque respeita sua escolha pessoal, independe do que diz a mídia e os assédios que deve sofrer. Podem ate dizer que ele é antiquado e tudo mais, mas ele se mantém firme nas suas convicções. E isto sim merece ser valorizado. Era isso que tinha para compartilhar.

  5. OLHA MOCA OU IRMA EVANGELIVA EU JA VIVI ISTO TIVE A INFELICIDADE,DE CONHECER UMA MULHER EVANGELICA ASSIM E AINDA PIOR ME FEZ ACREDITAR QUE O PAI QUE ERA PASTOR E PAI DELA ERA GENTE BOA,(AFINAL DE CONTAS QUEM TINHA CORAGEM DE NAMORAR ESTA MULHER,E EU INOCENTE NAO CONHECIA O PAI UM VERDADEIRO IDIOTA,EU LEVAVA A MENINA P ALMOCAR NA PRACA DE ALIMENTACAO P/ELE JA ERA MOTIVO DE LEVAR P/CAMA,UM PEQUENO PRESENTE QUE EU FIZ A ELA UM ANEL OU RELOGIO (NA CABECA DELE ER ELE ESTA DE COMPRANDO)MEU DEUS QUE AGONIA E O PIOR E QUE EU TAMBEM JA ESTAVA GOSTANDO,(O PAI DELA A FEZ ACREDITAR QUE NEHUM HOMEM PRESTAVA SENDO EU TAMBEM EVANGELICO A TANTOS ANOS BATIZADO E TUDO MAIS,SE VC (MOCA,MELHER OU IRMA)TEM UM PAI DESSES, SELIVRE O QUANTO ANTES,NAO TIRANDO A VALOR DE PAI NAO E ISTO POREM ,FACA O POSSIVEL P/SAIR DESTE CAMINHO QUE ACHA QUE OS HOMENS PODEM TUDO E SUA FILHA SO PODE CASAR SE O HOMEM FOR UM REI ,UM ABRACO OBRIGADO PELA ATENCAO DE QUEM LER,(CARLOS APARECIDO DA SILVA)(UMA MULHER QUE NAO DEVERI TER CONHECIDO)

  6. Geane disse:

    Deus te abençoe, sou evangélica tenho 41 anos e sou virgem, espero um homem convertido

Deixe o seu comentário