Não há ateus em panes de avião


,
Texto do Fabenrik publicado no Bule Voador

Nas idas e vindas de buscas para encontrar material para o tumblr, a pérola mais comum, com alguns milhões de quilômetros de vantagem, é aquela que diz ‘não existem ateus em pane de avião’.

Sério gente. Sério. Dois mil anos de estudos teológicos e o melhor que vocês conseguem fazer é repetir ad infinitum uma situação imaginária onde o ateu se borra de medo hipotético? Sério?

A coisa é tão besta que não tem nem como responder. É muito mais uma ameaça do que um argumento. É como se dissessem ‘ai, você diz que é ateu e eu não consigo te convencer com argumentos racionais, mas quando você não estiver fazendo pleno uso das suas faculdades mentais, vai me dar razão’. Ou ‘você se diz vegetariano agora, mas passe uma semana sem comer nada, quero ver se não aceita um belo bife’. Ou ‘ah, você diz que dirige bem? Então beba um litro de uísque e depois tente fazer uma baliza!’.Há algum tempo diziam que não havia ateus em trincheiras. Claro que as pessoas que costumam fazer esse tipo de afirmação não se dão ao trabalho de confirmar se existem mesmo ateus em trincheiras ou não, mas sim, existem (foto acima).

Dá pra imaginar uma situação onde se gravaria um capitão de avião continuando ateu mesmo na iminência de um desastre, mas não iria adiantar de nada. Iriam continuar repetindo a baboseira, sem consultar, sem se informar, sem fazer questão de saber se é verdade.

Mais do que isso: James Morrow, muito sabiamente, afirmou: ‘Não há ateus em trincheiras é um argumento contra trincheiras, e não contra o ateísmo’. Ele percebeu, assim como todas as pessoas que têm mais do que dois neurônios, que decisões tomadas em momentos de extrema tensão não costumam ser as melhores. Já o povo no twitter…

Notem como todos eles se acham super brilhantes enquanto repetem a mesma bobagem over and over. Não ser muito inteligente é perdoável. Agora, ser estúpido e se achar brilhante é duro de engolir.

Mas o que dizer, o que responder? Simples: que a simples existência do avião é uma afronta direta aos que defendem a literalidade bíblica. Torre de Babel… a história de chegar aos céus…. nós chegamos! Todos os dias, milhares de pessoas por dia. Cristãos, muçulmanos, budistas, ateus, a física funciona do mesmo jeito com todos. E ainda fomos ao espaço e, guess what, Deus, que ficou bravo até com uma torre, dessa vez não fez nada! Logo agora que poderíamos registrar tudo, comprovar, evidenciar com mais do que um livro empoeirado, ele resolveu ficar quieto. Uma pena.

Ah, e os aviões caem do mesmo jeito, mesmo quando estão cheios de crentes.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Não há ateus em panes de avião

7 Comentários

  1. David disse:

    Acho que existem ateus em todos os lugares. E crentes em Cristo em todos os lugares.
    A questão é que sabemos para onde todos vão quando a queda do avião se consumar.

  2. Levy Castro disse:

    Essa foi a analise mais idiota e fora do contexto que eu li. Qual a relacao da “TORRE DE BABEL” com a existencia de avioes? A chuva cai sobre justos e injustos. Nenhum aviao cai porque esta cheio de ateus, ou de pessoas que creem em Deus. A questao e: O que acontecera depois da queda? Voce tem o direito de ser ateu e de fazer analises idiotas sobre a fe dos cristaos? Entao, deixe os cristaos serem cristaos, com o mesmo direito de expressarem suas ideias e opinioes. Abraco…

  3. Marcos David disse:

    Visitando uma das fontes deste belíssimo texto pude, mais uma vez, ler opiniões dos amigos ateus onde com toda a humildade do mundo rebatiam calmamente e respeitavam os que creêm em Deus, como sempre. Exemplo:

    Alyson Vilela, em 7 agosto 2011 às 13:02

    Parabéns Marina. Seu argumento foi ótimo. Mostra que os crentes são
    como amendoins: não sabem pensar, mas são úteis para alguma coisa.

    Será que a moral não-religiosa não pode ser também anti-arrogância. Sem generalismos…

  4. Discipuloexpert disse:

    Assista no youtube SOBREVIVENTES DOS ANDES parte 9

    Primeiro minuto. 

  5. Leo disse:

    A busca incessante dos ateus em provar que Deus não existe os torna hilários, sim, porque se eu tenho certeza que algo não existe, logo ignoro, agora desenvolver um texto sem fundamento e fora de contexto é pura falta de sensatez, ou indo de encontro ao que ele sabe, porém não aceita. “Seria cômico se não fosse trágico”.

Deixe o seu comentário