Dossiê gospel: Quer pagar quanto? (1)

Rafael Mesquita, no Profetada Gospel

O cristianismo, principalmente no Brasil, deixou de ser um estilo de vida para se tornar um “meio de vida”, de prosperidade, aonde cada vez mais o dinheiro vem em primeiro lugar (o famoso culto a Mamon).  Os pastores se tornaram gerentes de lojas gigantescas, onde clientes as lotam a cada promoção, sendo chamados por publicidade escancarada na mídia onde os clientes gritam em rede nacional a sua satisfação com o produto adquirido (mas o seu dinheiro de volta que é bom, nada). Como não ser feliz comprando uma bíblia por 911 reais, onde já se viu uma promoção como essa?

É notório o crescimento do mercado gospel, principalmente no segmento musical. Várias matérias foram noticiadas em revistas de circulação nacional comparando os CDs vendidos dos artistas cristãos com os seculares. Afinal de contas, é o terceiro maior filão comercial do país, movimentando cerca de 1 bilhão de reais por ano.A gravadora Line Records, por exemplo, só cresceu 156% em faturamento em 2008 (Glória a Deus!).
.
Segundo estudo feito pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil. A estimativa é de que o mercado evangélico tenha crescido 30% só esse ano (bênção né?). Já a gravadora MK Music (parte do Gupo Mk de comunicação, idealizado pelo Deputado Federal Arolde de Oliveira), que desde o seu início, já arrecadou mais de 300.000.000 de reais, mas gravadoras serão sempre gravadoras, quer sejam gospel ou não.
,
A questão é que isso vai além da industria cultural, vendendo mais um item de cultura, isso é uma indústria religiosa. É numa hora dessas que eu imagino Jesus entrando no templo, e ao ver todos os vendedores e fala: ”’A minha casa será chamada Casa de Oração.’ Mas vocês a transformaram num esconderijo de ladrões”(Matheus 21:13).
.
Uma matéria publicada na revista Veja, em 2009, define a cantora Aline Barros como sendo “o maior fenômeno da música evangélica, com 3 milhões de CDs e DVDs vendidos” (emplacou uma faixa numa novela das 8 da Globo) Com essas informações nascem várias perguntas. Qual o limite entre artistas e adoradores? Ser artista-adorador é possível? Cobrar cachê para cantar é certo? Qual o valor que deve ser cobrado, uma oferta para cobrir as despesas ou um cachê para tornar a vida um luxo?
.
O cenário é que os shows gospel buscam hoje lucros, tanto do contratante como do artista, com cachês que ultrapassam os 20 mil reais, com ingressos sendo cobrados entre 15 a 50 reais, dependendo da atração musical da noite. Foi pensando nisso que buscamos descobrir os valores cobrados pelos artistas cristãos para tocarem em seu estado, para pregar a palavra cantada.
.
Não queremos “sujar” a imagem de nenhum artista aqui citado. Só queremos mostrar a realidade do mercado que se tornou o Cristianismo. Queremos que esse “Dossiê” seja o início de uma discussão sobre o que é o salário devido aos “artistas/levitas”.

Que o seu dinheiro seja bem investido. De preferência em uma obra verdadeira de Deus.

Com vocês os cantores:

FERNANDA BRUM

CACHÊ: R$ 28.000,00 (Vinte e oito mil reais) + acréscimos de impostos em caso de Nota Fiscal.
HOSPEDAGEM: Em Hotel, categoria superior, para 15 pessoas.
DIÁRIA DE ALIMENTAÇÃO: R$ 1.700,00
SEGURO VIAGEM: R$ 10,00 por pessoa/dia
ENVIO DE CARGA VIA TAM CARGO: cotação para 11 volumes, 290 Kg.

Ah! Fernandinha com suas grandes madeixas, deve ser por isso que ela cobra até agora o maior valor para ministrar, isso mesmo, ministrar! Será que o shampoo da Nie… ops! Sem merchandising por aqui! Será que o shampoozinho que ela usa é tão caro assim?! Porque eu duvido que ela divida esses 28 salgadinhos igualmente entre os 15 que com ela viajam!
Sem dizer que esse povo come bem né?! Da pra encher o bucho depois do show pirotécnico gospel!
 ____________________________________________________
EYSHILA
http://musica.gospelmaior.com.br/files/2011/07/eyshila11092009g.jpg
CACHÊ: R$ 25.000,00 (Vinte e cinco mil reais)

DIARIA DE ALIMENTAÇÃO: R$ 840,00
12 PASSAGENS AÉREAS (IDA E VOLTA)

Seguindo o exemplo da titia Brum e também amiga, a Eynshalá (hahahaha) cobra 25 marteladas no dedo para  gritar no seu evento heavy metal e fazer aquele terremoto gospel!

E ê cambada pra gostar de comer bem esses crentes sô, só faltava cobrar o seguro de vida de 10 siclos de real igual a Rapunzel gospel sem trança!

 ____________________________________________________
THALLES ROBERTO


CACHÊ: R$ 25.000,00 (Vinte e cinco mil reais)

DIARIA DE ALIMENTAÇÃO: Não informou.
08 PASSAGENS AÉREAS (IDA E VOLTA)

Deus da minha vida, que valor é esse! Se formos levar em consideração o valor e o número de pessoas que com ele viajam, ganham mais que os da Eynshalá e que os da Rapunzel sem trança, cerca de 3 mil e pouquinho, por evento! Ae negada, mande seu currículo para o Thalles Black Power! Pausa – Thalles se estiver lendo isso, eu sou baterista, ganho pouco no meu emprego atual, como mando meu currículo? Você sabe que te amo *-* cof cof cof…. – Fim da pausa – Voltando aos cometários… o Thattha (hummm) não liga pra comida ou hotel, pois não informa. Se contenta em dormir na igreja mesmo (até parece, rá)!
 ____________________________________________________
DENIAN E DIANINI – GAUCHINHOS DE DEUS
(Quem?!)

Show com Banda.
CACHÊ: R$ 15.000,00 (Quinze mil reais)
DIARIA DE ALIMENTAÇÃO: Não informou.
12 PASSAGENS AÉREAS (IDA E VOLTA)

Show com play Back.
CACHÊ: R$ 8.000,00 (Oito mil reais)
DIARIA DE ALIMENTAÇÃO: Não informou.
03 PASSAGENS AÉREAS (IDA E VOLTA)

Não seria um show inteiro e outro com uma banca? 15 chimarrões Chê, pra cantar na tua igreja, mas tenho pena dos músicos desses caras, nem devem ser convidados para a festa… mas pêra ai…. quem é o terceiro viajante do play back?! Mistério de Deus….
 ____________________________________________________
CATEDRAL


CACHÊ: R$ 14.000,00 (Quatorze mil reais)

DIARIA DE ALIMENTAÇÃO: R$ 700,00
10 PASSAGENS AÉREAS (IDA E VOLTA)

Para os monges da catedral de não Cristo cantarem no seu rock in rio gospel, você terá que largar 14 penitências na mão de 10 pessoas e 700 indulgências para os santos monges se alimentarem. Eles seguindo o exemplo de Paulo, que se fazia se louco para ganhar a loucos, se fazem de legião para ganhar a muitos para seus eventos que nunca fui!

 

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Dossiê gospel: Quer pagar quanto? (1)

69 Comentários

  1. Ruben Mukama disse:

    Tenho umas coisas a ponderar. Primeiro eles estão vendendo um produto artístico: Show de música gospel. Se tem igrejas oferecendo isso a seus membros é outra história. Cada cobra quanto acha que seu produto vale, fica a critério de quem vai comprar, pagar ou não. A gente tem que lembrar que é daí que eles tiram o dinheiro para sustentar suas carreiras, pq se forem depender de venda de cds vão perder par pirataria cedinho. Temos que lembrar que quem produz os shows leva pelo menos 10x mais. Se um ingresso custa uns 20 mangos em média, múltiplique isso pelas 5mil, 10 mil pessoas que vão nesses eventos. Outra coisa, muitos artistas, bancam eles mesmos as gravações. Pagam o olho da cara em estúdios caros. Uma coisa é vc pagar a forma, outra coisa é pagar o conteúdo. Era bom fazer uma matéria sobre os cachês ou ofertas que pregadores cobram. Uns as vezes mantém uma turnê em rodízio: pregam na igreja do amigo com vistosas ofertas e em troca, chama o colega para pregar na sua, com vistosas ofertas também.

    • E onde fica o “de graça recebestes, de graça dai”? Mercantilização das coisas de Deus, seja por parte de pregadores ou de cantores é errado. Arrumem uma profissão digna, igual a de qualquer trabalhador comum, ou façam curso superior, não se sustentem encima da Igreja. Se querem ser cantores ou pregadores profissionais evangélicos (sic) façam isso com dinheiro do próprio bolso, não hajam como mercenários, e sim como Paulo, um humilde “fazedor” de tendas, para não ser pesado para ninguém, ou, melhor ainda: como Jesus, e sejam carpinteiros. Mas, como nada disso é glamouroso…

      • Luiz Pimentel disse:

        Ué querido, e música não é profissão?! Só é pecado porque eles são crentes? Ai ai…

        • Profissão é, meu caro, e se quer saber sou um aprendiz de músico há mais de 14 anos. O problema é que se você quer ganhar dinheiro com as coisas de Deus isto está errado, intrinsecamente errado, é roubo, muito, muito pior do que não dar dízimo! E engenheiros e médicos são profissionais que não ganham dinheiro à custa do nome de Deus.

          • Filipenascimento disse:

            e se um engenheiro fizer um projeto pra igreja de construir um prédio novo ??? se ele for crente e cobrar??? ele estará errado ??? profissão é profissão… 

          • Certamente ele não vai viver o resto da vida com o pagamento de um projeto feito para a igreja, ele o resto do tempo é um profissional que não depende disso e trabalha dignamente como todo e qualquer trabalhador comum.

            A minha crítica é em relação a pessoas que arrumam determinadas profissões e depois dizem “ah, mas eu só me dedico a isso, como agora vou viver se não cobrar das igrejas? Oh, céus, oh, vida, que dó, que dó”… Entendeu?

            Quer ser artista? Banque-se, meu filho! O povo de Deus não tem nada a ver com as suas ambições pessoais. Abraço.

          • Mauricio Fernandes disse:

            Tá na cara que você Isaias, é um musico frustrado e gostaria de estar onde eles estão, me desculpe, mas é a mais pura verdade! Toda esta tua revolta tem um baita fundo de inveja, filhão, vai orar, véio! P.S. Se eles cobram muito, pouco, o que eles fazem com o que ganham, de tudo terão de dar conta a DEUS!

      • MFGA disse:

        de graça recebestes, de graça dai”?

        Aff. qta ignorância.. eles dão de graça e vc sustenta eles, neh?

      • Nahim Viccari disse:

        Humilde fazedor de tendas? Paulo foi um grande Empresário do ramo Imobiliário

      • Zadok_RJ disse:

        Isaias, tente fazer as contas para gravar um CD, pague profissionais como músicos, produtor, designer para criação de material gráfico, faça as cópias, coloque nas lojas para vender e vai ver que a vida de quem vive de música é muito mais difícil do que você imagina. Acha um absurdo um cantor(a) ganhar isso??!! Vai estudar música…. Engraçado que vc não deve achar um absurdo um tecnico de futebol ou um jogador ganhar seus R$ 700.000,00 / mês!

    • Luiz Pimentel disse:

      Concordo plenamente com você cara! Fazer música no Brasil não é fácil para ninguém! Comprar instrumentos musicais, fazer aula de música, gravar um disco, isso custa caro e falo por experiência própria. Claro que se eles cobram tudo isso é porque alguém paga. 

      Música é uma profissão como qualquer outra, e a mesma bíblia que fala “de graça recebestes, de graça dai”, fala que o trabalhador é digno do seu salário. Então assim como médicos, engenheiros, pastores, etc, etc, etc… a maioria destes músicos cristãos que estão na mídia e ganham “rios” de dinheiro com seus shows na concepção de muitos crentes, certamente fizeram e fazem um investimento absurdo para ser possível fazer música. Estamos abaixo da linha do equador, produção de qualquer tipo de arte por aqui é mais difícil. 

    • Maurício Lopes disse:

      Cara VC não entendeu nada mano….Jesus mandou que nós fossemos e pregassemos o evangelho …consequentemente seriamos escarnecidos e odiados e não estrelas como esse bando de cantores crentes do Paraguai que estão por aí enriquecendo através da fé do povo….O brasileiro não perde a mania de querer levar vantagem em tudo…Isso em qualquer segmento.

  2. Eliel Vieira disse:

    Desse jeito é bom demais se converter, não é, senhor Talles Roberto!?

  3. Também não concordo com alguns tipos de comercializações gospel. Acho que o equilíbrio nesse meio é muito complicado mesmo. Mas também o extremismo, como o colocado por você nessa frase:

    “Qual o valor que deve ser cobrado, uma oferta para cobrir as despesas ou um cachê para tornar a vida um luxo?” 

    Vejamos que para os cantores você deixou apenas duas opções, ou pagam só as despesas e não sobrevivem da sua música, alimentam suas famílias como todos nós; ou são ricos mercenários. Não dá pra achar um equilíbrio?
    Quanto aos cachês, eu já trabalhei nesse meio e posso te dizer que é muita inocência achar que esse dinheiro todo vai para o artista. Normalmente 20 ou 30% já ficam com o empresário, 20% com a produção e ainda é tirada uma boa parte para cobrir outras despesas não custeadas pelo contratante.
    Essa discussão é boa, e sempre rende opiniões extremas. Mas insisto no ponto de que apenas o equilíbrio pode ser bom para que o música viva dignamente e para que nós não sintamos extorquidos por alguns deles.

  4. "NATO" AZEVEDO disse:

    Fico com a opinião do RUBEM MUKAMA… em principio, trata-se de um show artístico, o cachê me parece razoável para bandas/grupos com mais de 10 integrantes e muito caro no caso de duplas ou solistas. Fica dificil “discordar” do autor do texto, se os mesmos artisitas estiverem celebrando um CULTO. Mas, religiões hoje (mais do que nunca) se assemelham a clubes de futebol. Quanto mais “torcedores”, digo, fiéis, mais IMPORTÂNCIA e mais lucros, também. ESTILO, em literatura, é como impressão digital… os comentários sobre os cachês parecem ter sido escritos por outra pessoa, mas o preço da alimentação é compatível com o de qualquer restaurante razoável, CONSIDERANDO-SE 3 REFEIÇÕES/dia para cada membro da Banda. Em todo o caso, MUITO VÁLIDA A ANÁLISE! (NATO AZEVEDO)

  5. Nossan ridiculo ao estremo !!! são homens e mulheres de Deus e se eles estão fazendo algo errado vão prestar contas cm Deus !!!! vc ( o cara q postou isso) nao tem nada a ver cm a renda deles !! vc pagta alguma coisa por acaso ??

  6. Diego Corrêa disse:

    À pouco tempo atrás ouvi o Asaph Borba (um dos mais importantes entre os ministros de música no país) relatando que sustenta sua família e ministério através das ofertas que são feitas pelas igrejas ou pessoas que convidam seu ministério. Deixou claro que não condena os irmãos que cobram cachê, mas Deus deu uma direção e tem sido abençoado desta forma.Fico com a pergunta na cabeça: será que é necessário tudo isto ou estamos passando para um nível que ultrapassa o profissionalismo(que quero deixar claro que aprovo) e estamos indo para o desejo desenfreado por dinheiro e sucesso?
    Se for o último acho que em breve Jesus volta com um chicote por aqui… 

    • Zadok_RJ disse:

      Querido irmão Diego, não acho errado um cantor determinar as custas para fazer o seu show gospel, até porque, por trás disso tem muito pastor pilantra que se faz as custas do cantor ou ministerio achando que é lixo…. tratando de qualquer maneira… Artista é artista… leve na igreja se quiser… Agora, se que os que criticam aqui compram seus CDs originais??!! OU NÃO ACHAM QUE É PECADO FAZER DOWNLOAD??!!! Ahh….. o Windows, Office e demais programas que possuem em seus computadores são originais??!!! PECADO É PECADO EM QUALQUER ESFERA, e não só na que nos convém.

  7. Você estão é sem exemplos pra seguir. Visitem uma determinada igreja e verão o que é fazer a obra de Deus por amor, e somente por amor: pregadores não recebem salário, músicos não cobram cachê e ninguém ganha um centavo sequer da igreja. Obs: tudo isso sem cobrar dízimo e sem campanhas em rádio e TV.

  8. Filipe disse:

    Engraçado como falar de cantores gospel ainda causa irritação em muitos.Não entendo é como vê pessoas transformando evangelho em comércio não causar a mesma irritação.Onde esses cantores aprenderam que viver na dependência de Deus custa tão caro aos outros irmãos?!Odeio tudo isso,hj não saiu da minha casa pra ir no show dessas celebridades,nem de graça.

  9. Na minha opinião, todos temos algo bem errado como comum e normal. O acúmulo é condenado pelas Escrituras. A base do capitalismo é anti-cristã. Mas, como temos a ideia de que tudo pelo o que trabalhamos e suamos é nosso por direito e mérito reconhecido, achamos normal vivermos no luxo. Não pensamos, via de regra, que no sistema capitalista para que eu ande de carro, alguém precisa andar a pé. Para eu morar numa boa casa, alguém está sem teto, pois não há dinheiro para todos no nosso sistema.

    Não sei o Pava permite link de outros sites aqui, mas falei um bocado sobre isso há algum tempo no meu blog em dois textos. Para não delongar demais aqui, sugiro que quem se interessar leia: http://nivtoncampos.blogspot.com/2011/08/joao-batista-e-sua-mensagem-para-poucos.html e http://nivtoncampos.blogspot.com/2011/08/joao-batista-e-sua-mensagem-para-poucos_31.html .
    Considerando o que penso, não seria pecado cobrar um absurdo por um “show gospel”. Seria pecado um cristão não abrir mão do acúmulo em prol do bem comum. Uma vida digna é direito de todos, e inclusive faz parte de uma vida cristã plena. Mas uma vida regalada às custas de outros… Já é outra história.

  10. Por coincidência estava finalizando um texto sobre este tema para meu blog, traçando um paralelo com o fetichismo da mercadoria de Marx e Adorno, se quiserem ler: http://devaneioscristaos.blogspot.com/2011/10/theodor-w-adorno-fetichismo-da.html   

    • Evandro disse:

      Muito bom Irmão! Sou Cristão praticamente de nascimento, mas não compareço a “Shows Gospel” porque (Em raríssimas excessões), percebo verdadeiros adoradores. Musica Gospel é um produto, é um entretenimento para o povo evangélico. Não sou contra, mas se quero ouvir boa música procuro o mercado secular que normalmente está servido de músicos, produtores, organização bem melhores, (pelo menos para o meu refinado gosto musical). Fique na paz!!!

  11. Anônimo disse:

    Fico me perguntando o que passa na cabeça das pessoas… O cara faz uma camisa com estampa de versículo, pode vender. O cara faz uma Bíblia com concordância, capa de couro caro, palavras de Jesus em vermelho, pode vender (vender a Palavra de Deus!!!!). O cara faz música e show com tema evangélico, não pode vender. 
    Sabe o que mais me preocupa? Os crentes que vivem de show em show. Ao que parece, eles só têm contato com Deus e Sua Palavra quando vem um artista fazer show. E tem que ser o artista predileto. Daí se ele cobra algo, é mercenário. 
    É tão difícil assim entender que os shows são produtos e não são só os artistas que se beneficiam dele? Vamos por partes: produtora do show ganha com os ingressos; empresas de transporte (avião, ônibus, etc) ganham com as passagens; hotéis ganham com a estadia; empresas segurança ganham durante o show; local do evento ganha com a locação; restaurantes e afins ganham com as refeições; patrocinadores ganham em publicidade.Critiquem também todos essas entidades envolvidas, pq estão ganhando dinheiro com a propagação do evangelho.A propósito, experimentem fazer um evento beneficente, gospel, em prol da evangelização e ação social para dependentes químicos (bem apelativo) e ligue pra sua companhia de energia elétrica local pedindo isenção da tarifa de energia elétrica durante o evento.

    Tudo é trabalho, meus amigos. Confundir isso com Missão em tempo integral é burrice  – e talvez até pecado.

    Quando a tarifa de água, ônibus, gás subir, protestem. São serviços essenciais. Quando um artista cobrar valores que você muito altos ou não pode pagar, escolham um mais barato. Sabem porque? – Não é essencial, você pode fazer um mesmo evento de várias formas;- A Palavra de Deus é a mesma. “Jesus Salva!” dito pelo Michael W. Smith ou pelos Gauchinhos é a mesma verdade;
    – Os artistas caros vão entender o fluxo do mercado. É assim que fazemos quando vamos comprar qualquer outra coisa como carro, celular, roupas e etc. Compramos o que podemos e o mercado vai se adequando ao poder aquisitivo das pessoas.

    E se você pensar bem, qual o propósito de se endividar ou mobilizar uma quantia impossível pro seu bolso num evento de 2-3 horas de entretenimento? Se a quantia é tão alta assim, pq não aplicá-la onde ninguém dá assistência, em algo que dê retorno real, financeiro ou para missões? Estou dizendo para acabarem com os show gospel? Não. Eu até gosto de alguns. Mas não suporto ver gente se endividando por causa disso, ou usando dinheiro público para financiar esses eventos, ou ainda, gente sujando o nome dos evangélicos com os inúmeros calotes na praça, afinal, nem todas aquelas empresas que mencionei são de donos cristãos. Não custa nada fazer o evento com artistas e estrutura que você pode pagar.Mas é tudo PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS! É um bônus, uma maravilha, quando um artista desses consegue subverter o entretenimento em culto de adoração ao Rei. Mas vá perguntar ao Kim do Catedral se o show dele é culto… Já o vi dizer em Manaus/AM, tempos atrás para quem quisesse ouvir, que culto é na igreja com o pastor, no palco é show. E de certa forma, concordo.
    Fora a minha profissão principal, sou músico, evangélico, atuante na minha igreja local. Meu ministério é lá. Minha comunhão com Deus é em casa, sozinho, com minha esposa ou na igreja, reunido com os santos. Se um dia eu passar a dividir meu tempo livre onde eu poderia estar servindo a Deus livre e grátis, com música em forma de entretenimento em eventos pagos, seja qual for a temática (cristã ou não) vai ser TRABALHO, e vou cobrar.

    Queridos, os cachês cobrados não têm tabela, mas seguem uma tendência de mercado. Ou alguém aqui teria coragem de abrir uma padaria e vender pães franceses a 1 centavo cada? “Mas isso não é a Palavra de Deus”, mas é comida! Com tantos famintos pelo mundo, poderíamos fazer algo, né? Não. O cidadão vai abrir a padaria e vender o pão pelo preço de mercado, talvez abaixando um pouco para aumentar a clientela, talvez aumentando um pouco pra ver até onde se pode lucrar. Amigos, não deifiquem o entretenimento gospel. Show é o sustento do artista, lícito. Entretenimento é lícito também ao crente.E pra ninguém achar que estou defendendo cachês exorbitantes e mercantilização das coisas de Deus, aponto o outro lado. Parte desse pensamento de caça às bruxas no meio gospel é culpa de artistas que mistificam sua atividade LABORAL. Chamam os shows de tudo, menos de show. É culto, celebração, campanha, cruzada, sei lá o quê. Demonizam a palavra show, que é a atividade de um artista, é como ele ganha seu sustento, apenas para tornar a coisa mais importante, mais espiritual. E como é mais espiritual, o “irmão” vai fazer sua “oferta de amor”. Basta não “consumir” os produtos mais caros, e os artistas vão ter que se adequar. A receita é essa. O mercado é assim. 

    Quem puder veja esse link de 2009: http://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL1040870-9356,00-DESVALORIZACAO+DA+MOEDA+FEZ+DA+CAPITAL+JAPONESA+A+CIDADE+MAIS+CARA+DO+MUNDO.html
    Parece não ter nada a ver porque fala sobre os preços das coisas no Japão e como os estrangeiros deixam de comprar as coisas, mais especificamente comida. Uma banana a R$ 6,00?! Há um motivo: praticamente não há bananas por lá, são importadas. O que as pessoas fazem? NÃO COMPRAM, NÃO ADQUIREM. Só se for NECESSÁRIO.

    No Brasil, não fomos criados para negociar. Anos e anos de atraso nos fizeram ansiar por tudo que era de melhor e que não podíamos possuir. Daí, se amamos algo, se desejamos ardentemente algo, ou se a embalagem é bonita, compramos. Fazemos dívidas, pagamos juros, mas compramos. Eu mesmo pago um carro hj em 60 vezes, sem entrada. Poderia ter guardado dinheiro e comprado por menos da metade do que vou pagar e trocar todo ano pagando pouca ou nenhuma diferença. Assim fazemos com os shows. Não temos coragem de negociar. Logo, se o preço cabe, o artista não muda. Não temos coragem de nos negar a adquirir algo quando não podemos e OS MAIS FRACOS na fé se submetem a essa mistificação e maquiavelicamente santificam tudo o que é ministração e demonizam tudo o que é show, muito embora pagem 150, 200, 300 reais ou mais para ver o Eric Clapton, um Rock In Rio, ou uma mensalidade de TV a Cabo para assistir tudo quanto é filme, um adicional pro PFC, mais o novo modelo da camisa do time preferido, que vem com a estrela do último título. Isso tudo quando não tem aquela praga do BBB. E quase esqueço da internet banda larga para baixar ilicitamente CDs e DVDs desses mesmos artistas e usar nas ministrações do grupo de jovens. Calma, eu já baixei muita música ilegalmente. Parei. Meu problema agora é deletar o acervo. Um dia consigo.

    Bom, acho que deixei clara minha posição. Acho lícita a atividade do artista, mesmo com tema gospel. Os cachês são altos demais mesmo, mas isso é uma relação comercial. Só recebem se pagarem. Se tá alto, não pague, negocie, escolha alguém mais em conta. De outra forma, não reclame: você pagou. E nada disso tem a ver com a vida espiritual dos artistas. É trabalho.

    Enfim, amigos, não sejamos hipócritas: se os artistas gospel pecam por não darem de graça o que de graça receberam, todos nós pecamos por não remirmos o tempo, por gastarmos fortunas em coisas fúteis e por depender de shows pra desenvolver vida devocional. Se não dependêssemos tanto deles, não os contrataríamos tanto, nem por todo esse preço. Ou estou errado?

    Abraço a todos.Gostaria que nesse artigo também fosse citado o que acontece quando o evento é um culto na igreja esses mesmos artistas são convidados.

  12. Carlin disse:

    Creio que os ânimos exaltados entre prós e contras desfocou uma questão básica: Onde, em nome de Deus, o Novo Testamento dá bases para ministério de louvor, ministério levítico, cantoria e tocação??? Este “movimento” musical nada tem a ver com Jesus. Tem a ver com Moisés, com Davi, com Asaf… com o Evangelho, jamais.

    Outra pergunta que não quer calar: onde no diálogo de Jesus com aquela mulher samaritana junto ao poço de Jacó, quando o Mestre lhe revela que os verdadeiros adoradores adorariam ao Pai em espírito e em verdade está a banda tocando?
    R- Em lugar algum, pois Jesus não se referia a adoração como cantoria e tocação. No imaginário coletivo-religioso-evangélico adoração e música se tornaram termos sinônimos, ao ponto de uma coisa estar intimamente vinculada a outra e este belíssimo texto de João capítulo 3 ter sido distorçido a ponto de ser frequentemente usado – completamente fora de seu contexto – como lema de congressos/seminários de “louvor” (cantoria e tocação).

    Há duas menções de cânticos no Novo Testamento: Jesus depois da última ceia “cantou um hino” e, imediatamente, seguiu em direção à cruz; Paulo e Silas “por volta da meia noite cantavam louvores à Deus” presos, açoitados, humilhados, em dores de morte. Estranho é que nunca, em trinta anos, participei de nenhum congresso/seminário de “louvor” com base nestes temas. Porque será???????

    Carlos Alberto-Pr

  13. Vilela disse:

    engraçado.. cadê a parte do não julgue pra não ser julgado? porque mesmo que você diga que não, eu vi julgamento ali.. e outra é muito fácil não falar essas coisas do mundo, mais só porque é na igreja é um espanto.. eles fazem um trabalho de qualidade é disso que eles vivem, cade a critica as bandas mundanas? você já pesquisou pra saber quanto eles cobram? 

    • Miron Junior disse:

       Meu amigo você é Cristão de onde? Você ler a Bíblia? Deus se Agrada de Julgamentos(Com retidão, como nesse caso pq o cara ligou para os Músicos para tirar informações)

      E outra coisa na Bíblia também fala que Deus JULGA os de fora(Mundo, não crentes) e NÓS JULGAMOS os de DENTRO(Dentro da Igreja)

      Mano! na moral mesmo, se quiser fazer algo FAÇA e não venha se levantar contra o PROFETA de DEUS quando ELE se ousa a FALAR a VERDADE e EXPOR as MENTIRAS dos LOUBOS.
      E… se quiser referencia bíblica eu lhe dou!!

      Miron Jr

  14. Helioblitz disse:

    Qto q cobraram as bandas que vieram no Rock in Rio? N acho errado as bandas seculares cobrarem e muito menos as gospel

  15. Kelly Cardoso disse:

    Cobrando assim é facim dizer que : “vivo na dependência de Deus”, é fácil cantar “Tú és Senhor o suficiente pra mim” …. 

    Qual o valor que deve ser cobrado, uma oferta para cobrir as despesas ou um cachê para tornar a vida um luxo? Uma oferta para cobrir as despesas. E tenho certeza que nada faltaria pra a vida de “luxo”. Prq viver com Jesus já é “luxo”. rsr

  16. Qual o problema em cobrar???? Quanto cobra um Zezé, uma Ivete? Todo mundo nesse pais ganha dinheiro fácil…eles cobram e paga quem quizer….? Pelo menos é um programa família e garanto que não tem gente se drogando e se matando no final do show e ….Vamos combinar que se a gente tivesse um vozerão  certamente aproveitaríamos as oprtunidades que eles tem não é mesmo…então…deixa eles ganharem o dindim numa boa, né!!!! Etha glória!!!!

  17. Anderson Allmeida disse:

    Vc ta de brincadeira em falar que um Pastor, por exemplo, tem que trabalhar de graça! Quase 100% das músicas que vcs tocam nas suas igrejas, são feitas por essas pessoas, que gastaram tempo, que se dedicaram em escrevê-las em cifrá-las e tudo mais, aí vc quer todo mundo trabalhe de graça?!?!?! Ah, vai te catar, moço… Eles cobram caro mesmo, concordo com isso, mas não cobrar nada tbm é intriga sua, todo mundo precisa de dinheiro pra sobreviver, rapaz, e se eles dedicam o tempo todo à música ou ao pastorado, eles merecem sim receberem por isso! Quem diz o contrário não passa de hipócritas, trabalhem de graça pro seu chefe então…

  18. Paulorobertopr4 disse:

    Sabem quanto custa o show do Michel Teló, aquele do “ai se eu te pego”? Nós não temos a cultura de valorizarmos o que é nosso. Parece que somos o povo mais medíocre e miserável da terra, apesar de não gastarmos com bebidas, cigarros e jogos. O ministério do Thalles é possível por causa de 15 trabalhadores que operam com ele ele não pode simplesmente dividir o cachê equitativamente com esses trabalhadores e nunca mais cantar, ou seja, precisa de dinheiro prá reinvestir. Daqui a pouco vão querer que os missionários andem de jumentinho como Jesus andou.

  19. ARENZ disse:

    KI ABSURDO ESSAS PALAVRAS EM PRIMEIRO LUGAR E O TRABALHO DELES, E O TRABALHO DELES E FAZER A OBRA DE DEUS Q NAO E FACIL E SE ELES ESTAO FAZENDO ALGO DE ERRADO COM QUESTAO AO DINHEIRO ISSO E PROBLEMA DELES E ELES RESOLVEM ISSO COM DEUS , NINGUEM TEM QUE SE METER ,ENGRACADO E QUE ESPETAM SEMPRE OS CRENTES NUNCA OS DE FORA QUE APRONTAM TODAS, QUEM FEZ ESSES COMENTARIOS QUE VA VIVER A SUA VIDA E  DEIXE QUE DEUS CUIDE DOS OUTROS….PORQUE ELE E QUEM CUIDA DE TODOS NOS TUDO ESTA EM SEU CONTROLE………..

  20. RRS disse:

    Não existe problema nenhum nisso, mas tem gente que se incomoda com o crescimento acelerado do cristianismo no Brasil e criam problema para tudo, eles cobram e paga quem quer se vc acha que não precisa deles para fazer a obra não contrate, ninguém é obrigado a contratar ninguém, e para de criticar e vai evangelizar “Saulo Perseguidor”

  21. Echo Informatica disse:

    Nao sou contra o cache.. mas que ta inflacionado isso nao tenho duvida.A lei do mercado funciona tambem na igreja…..

  22. Carla disse:

    own povo sem fazer vai cuidar das suas vidas, apesar de muitos rancarem o coro eles tem que cobrar mesmo, so que com noção …

  23. Jacqueline disse:

    Concordo que eles vivam e recebam do seu trabalho, pois estão lutando e trabalhando para isso. Vá num show gospel e num show de rock, por exemplo, e veja a diferença… não há violência nem bêbados no show gospel…. todos se divertem e adoram a Deus do seu jeito… então quer dizer q o povo de Deus tem que ser totalmente ‘quadrado’, não podemos ter músicos cristãos, todos tem que ser pobres e fazer tudo voluntariamente? a bíblia também diz, meu amigo: “E também que todo o homem coma e beba, e goze do bem de todo o seu trabalho; isto é um dom de Deus.Eclesiastes 3:13” e “Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem.Salmos 128:2”.
    E cresceram as vendas de CD’s sim, porque a qualidade de vida do povo brasileiro aumentou, assim como a população, então é óbvio que as vendas acompanharam esse crescimento. E quem quer saber o que um cantor come ou deixa de comer? Quanta comida nós mesmos desperdiçamos em casa porque deixamos de lado!
    E ela tem mais é cuidar mesmo daquele cabelão maravilhoso!!! Nós cuidamos, pq ela não poderia..??
    Quanta hipocrisia……artigo de 5ª, fui obrigada a comentar, de tão absurdo hauheuhauh só pra rir mesmo.

  24. Mateus disse:

    Ninguém fala nada de pagar a um Luan Santana 300 mil de cachê, ou uns 400 mil pra uma Ivete Sangalo, tem que ver que nada nesse mundo é de graça, esse pessoal vai pagar a banda com que se não cobrar cachê? Larga de ser idiota quem postou isso

  25. Michele disse:

    Não sei pq todos ficam comparando os “levitas” com cantores seculares.. “qto custa uma Ivete? e o ingresso pro rock in rio? quer dizer, vamos fazer tudo que o mundo faz? achei que eramos pra ser a diferença… Não sou contra cobrar, sou contra supervalorizar.. ah, mas quanto custa fazer um cd? estúdio, músicos e etc.. sim, não é barato… mas existe o preço de custo e a porcentagem de lucro, e é preciso ter o lucro pra poder pagar tudo e sobrar para o levita poder viver.. mas minha pergunta é? qual é o preço de custo e quanto estão colocando de porcentagem de lucro.. ao meu ver essa porcentagem gira em torno de 300% ou mais! meus querido se colocar 100% em cima do valor de custo já é o dobro, por isso se colocar 50% já é o suficiente, não acham? pensa em quantos “shows” são feitos num mês? e isso vale pra estúdios, produtores e músicos… com certeza não podemos só culpar os levitas… fazer um cd não e barato, um estúdio mto famoso de uma pessoa mto famosa iria me cobrar 5 mil por faixa num cd com o compromisso de no minimo 10 faixas isso dá 50 mil só pra ter a matriz,.. então o problema de preço vem desde os estúdios e falo de estúdios de crentes e produtores crentes e músicos crentes, quanto mais caros eles cobrarem, mas caro se torna pro Levita e mais caro ele vai cobrar tbm, por isso eu acho que não podemos nos igualar ao mundo em nada.. pra começar eu n gosto do termo SHOW pra musica gospel.. o louvor não pode ser um show.. essa é a minha opinião! Jesus não é entretenimento.. Ele é salvação!

  26. rafael disse:

    afff, q cara chato.nossa parece q não tem o q fazer.vai cuidar sua vida e para de ficar falando das pessoas q realmente estão fazendo a diferença nessa geração.seu ipocrita.

  27. Jussara disse:

    Galeraaaa!

    Tudo que é pra obra de Deus é dado como CARO, QUE É UM ROUBO …. Entre outros.
    Caro e Vergonhoso é você pagar um cachê de R$ 300.000.000( TREZENTOS MIL), QUE AS PESSOAS DÃO COM A ALEGRIA PRO UM CARA QUE FAZ O :
    Tchê tcherere tchê tchê,Tcherere tchê tchê,
    Tcherere tchê tchê,
    Tchereretchê
    Tchê, tchê, tchê,
    EU TENHO TREZENTOS MIL e você ?

    Fica a dicaaaa#

    • Waryson disse:

      Disse tudo Jussara!!! Concordo com vc! As pessoas do mundo pagam fortunas pros seus cantores, e ninguem reclama, pq a gente também não pode valorizar os nossos cantores? Não é?

  28. Jucielde disse:

    quero dá minha opinião com relação ao Catedral que não deveria está nessa seleta lista, sabe porque? Eles deixaram o mercado Gospel a mais de 10 anos, ele vivem disso não vendem mais a sua fé como os outros, canta pra todo mundo ouvir.
    Vamos se informar antes de postar o que não sabe.

  29. samuel disse:

    se alguem como luan santana ganha milhoes problema é dele agora eu quero ver se ele compra a salvação…. não tenho interesse se cantores gospel gastão pra fazer cds e dvds ou enviam dinheiro para evangelizar …isso virou negocio,e isso é abominação para deus…já pensou se maria vendese o oleo para lavar os pes de jesus,como o apostolopedio e dá aos pobres… a resposta de jesus foi vcs sempre teram os pobres mas o filho do homem não…então vamos dá o melhor que temos para deus sem cobrar nada…agora eu sei pq o dom dá cura não é pra qualquer um, já pensou …opá curei um sego passa 2 mil pra cá pq eu vivo disso …por favor não usem seu dom para ganhar dinheiro que o ladrão mina e rouba…asim diz a palavra de deus….

  30. Dannilo disse:

    Só uma pergunta para os que criticam: Por acaso vc trabalha de graça? Ou um salário minimo te satisfaz? Vc é capaz de viajar o brasil ou o mundo por ai para evangelizar sem cobrar nada??? Então pq não faz? Vamos olhar p o nosso EU, e deixa de julgar aqueles que fazem.

  31. Jeferson disse:

    EU vejo que reclamam de mais! sei que é um valor alto sou LEvita um valor duma banda do mundo como ivete roberto carlos claudia leita é de 300.000, 1000.000.000 e ngm fala nada!

  32. Fabianno disse:

    Se o cara quer cobrar 25 mil num show alegando ser este um ministério, vendendo o nome de de Jesus? E ainda tem um monte de gente que concorda com isso? Absurdo….então não diga que é seu “ministério” que digam logo declaradamente que são artistas como qualquer um outro do secular…pois pra mim não tem diferença…até pq nos bastidores só Deus sabe como eles se comportam…leiam esse texto onde são ditas algumas verdades sobre os “artistas riquinhos gospel”. http://fabianno.blogspot.com.br/2012/10/pastores-sem-ovelhas.html

  33. Não sou contra que cobrem, afinal é um trabalho e vivem disso. Quem pode pagar que paguem, se é muito ou pouco só quem tá recebendo e pagando que podem dizer se é caro ou não. O que não pode é cobrar artista e banda e depois aparecer como play back debaixo do braço, pra ouvir play back, já temos nossos irmãozinhos que aliás, muitas vezes cantam tão bem ou melhor que muitos por aí. Minha igreja não pode bancar um Thalles, por isso vejo no youtube e curto muito, louvo a Deus pela vida deles mesmo assim.

  34. Nenhum médico evangelico trabalha de graça só porque é evangelico, mesmo caso o advogado, o pintor, o engenheiro … então eles devem sim receber um cachê. Mas é preciso ter coerência nisso, eles precisam saber que são espelhos pra muitas pessoas, e que eles devem adorar a Deus acima de tudo e qualquer coisa, se fazem isso, que mal tem ? Eu louvo suas músicas adorando a Deus, se eles pensam somente no dinheiro, vão ser julgados por Deus, não por mim. Acha que Deus ia deixar essa parte fácil pra gente ? hahaha Mas os cantores gospel, não podem ir na onda do mundo ai, de cobrar cachês assim absurdos, se for por na ponta do lápis, vai mais ou menos uns 40 mil só pra trazer a Fernanda … minha igreja com 300 membros vai trazer ? Nunca que vai … eles são missionários, a partir do momento que não ficam em um mesmo lugar, e se são missionários, devem levar a palavra, através da música, pra quem ainda não a ouviu. Combrando o preço com coêrencia, não pensando em lucros, lucro maior aqui na terra é a morte, se tu for verdadeiramente salvo …

  35. Alexsandro cunha disse:

    Sinto muinto em dizer,com certeza voces estao revoltados com a arrecadacao destas pessoas, hoje as mais cegas entao dentro das igrejas.A pregacao e venha para a luz.,a luz do fogo eterno.voces acham mesmo que eles estao preocupados com a Salvacao de alguém a nao ser do bolso deles.O pior e os pastores que pagam esta quantias com dinheiro dos coitados cristao.imagino quanto vai para os bolso deles.
    DESAFIO TODO ESTES CANTORES E PREGADORES QUE TEM FOTO NAS CAPAS DE LIVROS E CD.SE ELES FOREM SALVOS A BIBLIA E MENTIROSA.PORQUE OS IDOLATRAS NAO ENTRARAO NO REINO DE DEUS!

    • Joelson disse:

      matéria feita com o intuito de discussão……
      uma gravação de CD custa em média R$22.000,00
      passagem aérea +- R$1.500,00 ida e volta
      ALUGUEL DE SOM

      AMPLIFICADORES E ACESSÓRIOS DE BAIXO:

      CABEÇOTES DE BAIXO:

      GK400 GALLIEN KRUEGER 400 R$150,00

      CABEÇOTE HARTKE R$250,00

      SVT600PRO AMPEG R$450,00

      CAIXAS PARA BAIXO :

      4X10 WARM MUSIC – CONES DE ALUMÍNIO R$100,00

      1X15 CAIXA COM AF STANER 15 POL R$100,00

      1X15 CAIXA METEORO – 1 X 15 METALICO R$150,00

      1X15 CAIXA SELADA COM AF. SNAKE 650W R$100,00

      AMPLIFICADOR COMBO DE BAIXO: STANER BOLD R$120,00

      CAIXA DE SOM HARTKE 4 X 10 POLEGADAS R$280,00

      AMPLIFICADORES DE GUITARRA:

      MARSHALL JCM900 R$350,00

      MARSHALL 5005 COMBO (VINTAGE) R$150,00

      FENDER ULTIMATE REVERB 1X12 R$250,00

      FENDER DEVILLE R$300,00

      PEAVEY BANDIT 112 R$170,00

      STANER kUTE 106 R$120,00

      ROLAND SUPER CUBE 60 R$140,00

      ACESSÓRIOS PARA GTR:

      CAIXA ROLAND 4X8 R$180,00

      ESTANTE DE SUPORTE R$10,00

      BATERIAS:

      PREMIER YAMAHA R$250,00

      PEARL EXPORT R$250,00

      MICROFONES:

      SHURE SM58 R$55,00 CADA

      SHURE SM 57 OU PROLOGUE R$55,00 CADA

      AKG R$30,00

      BEHRINGER R$35,00 CADA

      EQUIPAMENTOS DIVERSOS

      SISTEMAS DE SOM PARA SHOWS, EVENTOS, FESTAS, DESFILES E ATIVIDADES DIVERSAS.

      MESAS DE SOM 12ch R$150,00

      MONITORES DE PALCO (RETORNO) R$65,00

      PROCESSADORES DE SINAL R$80,00

      MIXER DE DJ GEMINNI R$120,00

      CDJ PIONEER800 R$200,00 CADA

      MIXER PIONEER DJM400 R$200,00

      CAIXAS DE SOM JBL TR125 R$100,00 CADA OU R$180 O PAR

      CAIXAS DE SOM YAMAHA 15 POL R$150,00 O PAR

      SUBWOOFER DE 18 POL E 800W R$140,00 CADA

      CAIXA AMPLIFICADA O. NEAL 500W R$250,00 CADA

      CAIXA AMPLIFICADA 100W R$125,00 CADA
      + HOSPEDAGEM E 3 REFEIÇÕES PARA CADA TÉCNICO DE SOM E MAIS OS MUSICOS

      Como disse Thalles Roberto , Show empresariado é uma coisa …Culto é bem diferente e é gratis conforme a situação

      mas como o objetivo aqui é a zombaria ……… Tanto faz …os críticos são sempre criticos

  36. Danieli disse:

    Todos cantores pagam um alto preço para estar falando do evangelho, com oração e jejum e a maioria dos críticos ao menos fazem alguma coisa para anunciar o evangelho! Cantores tem família e pela vida de sucesso se limitam de muitas coisas.

  37. Mariah disse:

    Jesus andou pela terra e pregou humildade! cantar é um dom! ngm precisa de artistas q se tornam idolos! precisamos de exmplos de humildade! Jesus se agrada das coisas simples!JESUS nao precisa de luxo pra levar o evangelho!!! de luzes brilho enfeites! so amor e mais nada!estao fazendo comercio do Dom q receberam!

  38. Jucielde Pereira disse:

    só lembrando amigo, Catedral não tem rótulo ok! e não tem nada haver com legião ate porque é muito melhor que a mesma.
    e toca e canta pro profissão, não tem o que dizer fica calado que é melhor.

  39. Robson disse:

    Trabalho para uma cantora gospel e nao é bem assim que funciona, cada evento é analisado de forma diferente o preço, nao existe um valor fixo, exemplo : em uma igreja aonde o evento sera gratuito é cobrado passagens , hospedagem e uma oferta que a propria igreja levanta na hora da apresentaçao, em um evento de maior porte aonde sera cobrado ingresso é analisado puplico esperado , valor dos ingressos , local e só depois é definido o valor do cache baseado em todas informaçoes , pois em um evento de 2000 pessoas com 20,00 o ingresso ja são 40.000 reais fora patrocinadores e tudo mais , entao os valores sao justos pois o nosso dinheiro é revertido para a obra de Deus ao contrario ate de muitos organizadores que muitas vezes nem são do segmento gospel.

  40. Roger disse:

    Totalmente desnecessária, o texto acima. Argumentos falhos, ironia exacerbada que empobrece o texto que já é precário. Que tal discutirmos política?
    Tenho a seguinte opinião: _ cada banda gospel têm uma equipe entre 10 a 20 pessoas que trabalham e estão fora da estatística de desempregados no Brasil.
    Estude, leia e escreva sobre assuntos inteligentes e edificantes.
    Sem mais,
    Roger Santos

  41. EDNILSON disse:

    MÚSICA É UMA PROFISSÃO QUEM ACHA QUE OS MÚSICOS DEVEM TRABALHAR DE GRAÇA PORQUE NÃO TRABALHA DE GRAÇA TAMBÉM, DESDE QUE O MUNDO É MUNDO O DINHEIRO É UM MAL NECESSÁRIO PARA A SOBREVIVÊNCIA, ENTÃO PAREMOS DE TANTA HIPOCRISIA E JULGAMENTOS…

  42. junielson disse:

    So porque os caras sao crentes nao devem cobrar? Eles sao gente como todas as outras precisam de dinheiro. Tem que cobrar mesmo

    • Johnatan disse:

      Também concordo,contando que a igreja não seja explorada,pois alguns cantores cobram valores exorbitantes além de possuir lista de exigência, temos que lembrar que quem louva a Deus não é artista e sim adorador, então assim como o pastor e os pregadores recebem pelo que fazem os cantores também devem receber, por que instrumentos, aulas de canto, violão e etc não são baratos, assim como também o fato de viajarem o brasil inteiro não permite que eles tenham emprego fixo, não é por que são evangélicos (é claro que muitos deles não são e estão fazendo por dinheiro)que vão tirar do próprio bolso despesas com passagens hospedagem e etc, com tudo o que eu acho mais errado nisso tudo, e o cristão que louva a Deus, assinar um contrato com a som livre e se tornar um empregado da Rede Globo, esses eventos como o Promessas no fim do ano, não serve pra nada mais que divulgar o “artista GOSPEL”, em fim desde que tudo seja feito com decência, ordem e honestidade para que a igreja não seja explorada, eu concordo!

  43. Jesus não cobrava nada para curar , jesus não cobrava nada para ensinar tudo era de graça e amor voluntario , que DEUS PAI tenha misericordia destes e coverta os corações dos mesmos que usam a santa adoração para
    reverta em algo financeiro.

  44. Não digo que é errado que alguns ganhe por este trabalho, mas que seja pela propia igreja que eles se congreguem atravez da honra dos seus pastores , pois a palavra de DEUS diz em Malaquias 3.10 ” ofertas e dizimos e para ter mantimento na casa de DEUS “, Mas cobrar 30,40,50 mil para carregar a arca da aliança e manisfesta a glória de DEUS me polpe.., Mas concerteza Deus na se agrada disso, pois então aquela igrejinha de barro e taipa nunca ira receber estes , sendo que o SENHOR JESUS amava entra na casa de pobres.
    ADORAÇÃO– significa ENTREGA , DEVOLVER , RENDER-SE ,ELOGIAR ,VOLTA , APROXIMAR,DERRAMAR …
    Nós seremos eternos devedores pelo que CRISTO fez na CRUZ ,COMO DISSE PAULO EM FL 4 “Não digo isto não como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho” ..

  45. WANDERSON disse:

    kkkkkk Vou entrar nessa tambem!!
    Realmente os artistas gospeis merecem oque cobram sim,afinal eles tem familia despesas e vivem disso!! E outra coisa Deus exalta cada um segundo a sua vontade!! Se eles estão no topo é pq Deus quis assim…Passar oque eles passaram ninguém quer!! Agora que Deus exaltou eles todos criticam. Os cantores do meio secular sim cobram um absurdo e ninguém fala nada!! E como se ñ bastasse faz comerciais,cobram caches para debutantes aniversariantes e bla,bla,bla e tudo por uma fortuna em troca…E detalhe ñ acrescenta em nada para nossa vida. Agora os cantores gospeis sim nos tras palavras que edificam a nossa alma,cura,liberta e salva tudo atravez das mensagens cantadas,das palavras pregadas… Jesus cura ,liberta e salva e ele precisa de verdadeiro adorador que leve e pregue a sua palavra!! E vc irmão ou irmã oque tem feito pra Deus ?? Estes cantores gospeis cobram mesmo mais estão levando a palavra de Deus ! E vc oque tem feito além de julgar? Reflitam nisso irmãos…

  46. A PAZ DO SENHOR.

    O QUE OS IRMÃOS ACHAM DOS CANTORES GOSPEL E DOS PREGADORES DA PALAVRA. DOS VALORES COBRADOS PARA CANTAR E PREGAR A PALAVRA. BASEADO NA PALAVRA É CORRETO?
    Jesus Condena a Hipocrisia dos Fariseus.
    Será que quando escutamos esta resposta dos cantores ditos “gospel” EU CANTO PARA DEUS, e dos PREGADORES que se dizem PREGADORES da PALAVRA e trabalham para DEUS, esta resposta é de coração, é uma resposta verdadeira. Baseado na PALAVRA em Mateus. 10. 8 DEUS da uma ordem, Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. Esta ordem não é só o que especifica o versículo é tudo pois a voz, os talentos, a musica, a letra a pregação e tudo mais é dado por DEUS e é de GRAÇA. Hoje o que se vê é uma hipocrisia como era no passado, homens se dizendo Cantores e Pregadores, cantam e pregam como um trabalho secular qualquer, com fins próprios e lucrativos. Basta ver o valor que cobram por shows mirabolantes e que nada tem DEUS, só carne. Mateus. 23. 5- E fazem todas as obras a fim de serem vistos pelos homens;
    Não seria bom deixarmos de escutar suas musicas, que só glorificam a mamom. ASSIM NÓS FILHOS DO DEUS VERDADEIRO GLORIFICARÍAMOS O DEUS VERDADEIRO O DEUS JEOVA. E voltar a escutar os corinhos antigos, que tinham muito mais unção de DEUS. Será que as rádios fariam isso também, precisamos dar um basta a esta IDOLATRIA VELADA e tomar posição contra toda esta MENTIRA.
    Cesar Alonso Carrera
    A serviço do REI
    Meu email: alonsocarrera@hotmail.com

Deixe o seu comentário